Com sede no Palmeiras, Final Four do Sub 17 começa neste sábado

Neste final de semana será decidido o grande campeão do Campeonato Paulista Estadul Sub 17. Sociedade Esportiva Palmeiras, Clube Atlético Paulistano, Cravinhos e Esporte Clube Pinheiros brigam pelo título. Enquanto o Palestra enfrenta o forte Pinheiros no sábado, no Ginásio do Palestra Itália, 18 horas, Paulistano e Cravinhos medem forças antes, às 16 horas. Os vencedores de ambos duelos irão à final, domingo, às 11 horas.

Disputando em seu domínio, o verdão terá grandes vantagens para ser o campeão da categoria. Além de jogar com o apoio de sua torcida, conta uma forte rotação, numerosa, mas qualificada. Felipe Dalaqua, armador do alviverde, é o cestinha do campeonato, com 20.83 pontos por partida e nato arremessador do perímetro, mas também extremamente habilidoso. Além dele o alviverde terá o retorno do também armador e maestro Francisco Arozena, o Chico argentino, de extrema técnica e ótima visão de jogo. Jonas Buffat, o Bahia, ala físico, Victor Azevedo, pivô técnico e João Camargo, ala e ala-pivô, de apenas 16 anos, vindo do banco e realizando ótimo segundo semestre, atuando até no Sub 19, são outras armas do plantel de Adaga.

Felipe é o melhor chutador da categoria (Foto: Murilo Desimone)

João, vindo do banco, é uma arma para o alviverde (Foto: Reprodução)

Apesar do favoritismo alviverde, o Esporte Clube Pinheiros, do técnico Davi Pelosini, será um adversário indigesto, fora a rivalidade. Elton Oliveira, ala-armador, com médias de 11.27 pontos por jogo, além de ser importante pontuador do time do Pinheiros, é o melhor marcador da categoria, seja marcando individualmente ou pressão quadra inteira. Deverá ser um empecilho diante o talentoso Dalaqua, do Palestra. Além de Elton, o plantel de David, ainda possui um forte e físico garrafão, Rafael Rachel, ala-pivô, mas também com bom arremesso do perímetro, é o grande destaque individual do Pinheiros. Além dele, Maicon, pivô de 2.08, embora, é outro bom valor pinheirense, principalmente em baixo da cesta.

Elton é grande defensor do perímetro (Foto: ViVendo Esportes)

Já pela outra semifinal, Cravinhos chega a mais quadrangular final da categoria (segundo seguido). Desta vez, contudo, o time do ótimo técnico Alexandre Escame não é uma surpresa, mas sim uma realidade. Apesar de contar com o grande destaque da categoria, o ala e ala-pivô Matheus Weber, forte fisicamente, reboteiro e técnico, a equipe do interior também apresenta outros destaques individuais. Os armadores Mathues Silva e Pedro Rodrigues são válvulas de escape no perímetro. o Paulistano, por sua vez,  mesmo com um plantel mias baixo que seus adversários, possui um time extremamente físico e com um forte quinteto inicial (1 – Daniel; 2- Roberto; 3- Anderson; 4 – Rafael e 5 – Gabriel). Roberto Fagundes, armador da equipe de Eran, é o ”cara” do time do Jardim Paulista. Com médias de 10.33 pontos por jogo, Beto é é ótimo infiltrador, mas também bom arremessador do de longa e média distância.

Beto (Foto: ViVendo Esportes)

%d blogueiros gostam disto: