Finais do Paulista Sub 19 deverão ser as melhores há anos: quarta começam as semifinais

O Campeonato Paulista Estadual Sub 19, atualmente a melhor e mais equilibrada competição da base brasileira, começa a ser decidido na próxima quarta, 29. Esporte Clube Pinheiros, Clube Atlético Paulistano, Sociedade Esportiva Palmeiras e Bauru Basket são os finalistas da competição que deverá ser a melhor dos últimos anos, a mais emocionante e técnica. Por ter realizado a melhor campanha da competição, o Pinheiros, do técnico Davi Pelosini, sediará o Final Four (quadrangular final) no Ginásio Azul. Às 10 horas da próxima quarta, Paulistano mede forças contra o Palmeiras e, na sequência, às 11:30, Pinheiros enfrenta Bauru. No dia seguinte, 10 horas será realizada a disputa do terceiro lugar, com final programada para 11:30.

Confira a trajetória de cada equipe e sua possível projeção para a quadrangular:

1 – E.C.Pinheiros: Favorito ao título antes do torneio começar, o Esporte Clube Pinheiros fez jus ao favoritismo e confirmou a melhor classificação durante toda a Fase de Classificação. Foram apenas duas derrotas e as duas em seu ginásio. Uma diante o Paulistano, e outra contra o verdão. Com a lesão do pivô Cauê que o deixou fora do restante desta temporada, o garrafão pinheirense sofreu um importante e insubstituível baixa, embora conte com os bons pivôs Mamedes e Nicolas e com Lucas Augusto subindo de produção, bem fisicamente e longe de lesões que o prejudicaram em seus últimos anos. Se o garrafão do Pinheiros está desfalcado, o mesmo não podemos falar de deu perímetro, indiscutivelmente o mais forte da categoria. Além da chegada do armador Jonatan Oliveira, ex Santos e Nosso Clube Limeira, armador que possui uma canhota certeira, sendo o cestinha dos dois últimos campeonatos que disputou, a equipe de David ainda conta com o armador Felipe Ruivo, extremamente técnico e come estilo de jogo europeu, de cadenciar e distribuir jogadas. Igor Rocha, armador, com mobiliada para jogar como dois e três (1,95m) e Danilo Sena, especialista nos chutes do perímetro são outras armas para o jogo fora do garrafão para o plantel de David Pelosini.

O versátil armador Igor é uma das armas vindas do banco (Foto: ViVendo Esportes)

2 – C.A.Paulistano: Com a chegada do armador Yago, revelado pelo Palmeiras, o time do Jardim Paulista se tornou um candidato potencial ao time. Somado ao Yago, o pivô Dikembe é outra arma do Paulistano. Pivô, de 2.06, Dikembe é extremamente técnico, tem ótimo trabalho de pernas e gancho, com as duas mãos. É daqueles pivôs clássicos. Se Yago e Dikembe são os protagonistas de seus times, Roberto Fagundes, Pedro Ianguas são bons coadjuvantes que podem se destacarem diante o Palmeiras.

Yago é o grande destaque do CAP (Foto;ViVendo Esportes)

3 – S.E.Palmeiars: Dos finalistas da competição, o alviverde, de longe, possui o menor investimento e, apesar desse fato, é time com maior organização tática. Sem possuir um destaque individual, o Palestra conta como destaques os armadores Caio Pacheco e Nicolas Ronsini, ambos extremamente técnicos e ótimos infiltradores. Além deles, o ala Daniel Von Haydin, especialista do perímetro e Rafael Paulichi, ala e ala-pivô, são outras ótimas peças do alviverde. Contudo, o grande destaque não vem da quadra e sim fora dela. Felipe Luiz Santana, o Filé, técnico, é o grande responsável para possível classificação rumo à final. Extremamente inteligente, técnico, estudioso, o coach palestrino consegue aproveitar ao máximo o potencial de seus atletas. Diante o confronto contra o Paulistano, Filé reencontrará Yago, jogador que o técnico lapidou e já preparou estratégias para pará-lo com possíveis marcações individuais dos ótimos marcadores Dudu e Nicolas.

Nicolas é um dos destaques do Palestra (Foto: Murilo Desimone)

Coach Filé é o grande nome do Palestra (Foto: Murilo Desimone)

4 – Bauru Basket : Poupando seus três principais jogadores, isto, é Jaú, Michael e Stéfano, a equipe do interior terminou a Fase de Classificação na quarta posição e eliminando Cravinhos nas quartas de finais. Se o dragão usou pouco seus principais jogadores durante o campeonato, o mesmo não acontecerá diante o forte time do Pinheiros. Embora Stéfano não jogue, pois está lesionado, o plantel de André Germano virá com força máxima, apostando em seu garrafão, principalmente com Jaú e Michal e com bons coadjuvantes, por exemplo, Samuel André e João Marcos.

Bauru deverá explorar o garrafão (Foto: ViVendo Esportes)

%d blogueiros gostam disto: