O início de Lonzo Ball na NBA

Ser a segunda escolha geral do Draft da NBA não é para qualquer um. Ser escolhido pelo Los Angeles Lakers e bajulado por ninguém menos que Magic Johnson, também. O “hype” em cima de Lonzo Ball já demonstrava que o rookie de 20 anos teria que ter um ótimo início de NBA para não decepcionar torcedores e analistas. Porém, não foi bem o que aconteceu.

Em 15 jogos, o jovem atleta coleciona mais decepções do que surpresas positivas. Na média geral, 8,8 pontos, 6,6 rebotes e 6,8 assistências por partida. De acordo com dados colhidos desse levantamento – que aliás é excelente não só em relação a análise de jogadores, mas também nas avaliações das equipes-, o armador tem um desempenho defensivo melhor que ofensivo.

Até aqui, o rookie participou diretamente de 236 posses ofensivas, sendo que 182 jogadas terminaram em uma arremesso do atleta. Disso, era esperado que produzisse 0,91 ponto por posse (13,4 pontos por jogo), mas o armador está produzindo apenas 0,6 ponto por posse (8,8 pontos por partida). O tipo de jogada no qual Lonzo mais está devendo é na transição: em 49 posses, a expectativa era de 1,09 ponto por jogada, e Lonzo entrega apenas 0,58 ponto, deixando de agregar ao Lakers 1,7 ponto por partida.

Como ponto positivo, vem a defesa. O levantamento mostra que o armador foi atacado pelos adversários 188 vezes até o momento, e conseguiu impedir que o Lakers levasse 18,8 pontos (1,2 por partida), no qual a expectativa de pontuação contra ele era 0,88 ponto por jogada, e o armador consegue até o momento diminuir para 0,79 ponto. Lonzo leva maior vantagem contra adversário que fazem o “spot-up” – jogada no qual os atletas recebem a bola e arremessam quase sem sair do lugar para isso, sem driblar. É diferente do “catch & shoot”, que se faz com o jogador em movimento -, onde Lonzo evita 1 ponto por partida (a expectativa era de 0,99 por posse, e Lonzo permite apenas 0,6 ponto).

O levantamento aponta que Lonzo é o pior jogador da NBA no quesito ofensivo, porém é o 27° melhor defensor da liga. Se encontrar um equilíbrio entre os dois lados da quadra, o armador do Lakers pode facilmente ser um dos melhores da posição.

%d blogueiros gostam disto: