Wiggins, o maestro do silêncio de Oklahoma

O que pode acontecer em 4s?

  •   O final de uma disputa de 100m rasos
  •   Um Porsche 911 passar dos 100 km/h
  •   São Criados 6 blogs no mundo
  •   Uma virada em um jogo da NBA

Das 4 citadas acima, de longe a mais absurda é uma virada de jogo de basquete. Mas esse absurdo aconteceu na noite de ontem no jogo entre, Minnesota Timberwolves e Oklahoma City Thunder.

O time do Wolves, mesmo jogando fora de casa, apresentou um basquete superior ao time de Russell Westbrook, Paul George e Carmelo Anthony, vencendo os 3 primeiros quartos do jogo.

Com 13 pontos na frente do placar, o Timberwolves sabia o que era necessário para segurar a vitória no último período, mas executar esse plano contra os astros do Thunder era tarefa complicada. E foi.

O Wolves sentiu a pressão, os jogadores começaram a sofrer muitos turnovers e pontos de contra-ataque foram concluídos pelo OKC. A consequência era óbvia. A diferença foi caindo até o ápice, o empate. Faltando 29 segundos, Westbrook acertou uma bola de 3 para deixar tudo igual, e levar a Chesapeake Energy Arena à loucura.

Momentos finais do confronto. Karl Anthony Towns, Andrew Wiggins e Jimmy Buttler contra Russell Westbrook, Carmelo Anthony e Paul George.

Towns, com uma linda jogada, fez a cesta com um floater, deixando o Timberwolves a 2 pontos na frente restando pouco mais de 8 segundos.

Tudo indicava uma jogada final para o Thunder. No entanto, eles chamaram uma jogada na lateral da quadra com Westbrook e Carmelo para 3 pontos.

Carmelo arremessa e… BINGO! OKC na Frente por 1 ponto faltando apenas 4.7 segundos pro fim do jogo.

Cenário lindo. Ginásio lotado. Vitória apertada do time da casa. Podem comemorar, certo? ERRADO!

O time do Wolves fazia um péssimo fim de partida, mas contam com jogadores de extrema habilidade e estrela, entre eles Andrew Wiggins, homem que ficou responsável por tentar um milagre.

Fundo bola para o Wolves. 4.7 no relógio. Bola com Wiggins. Ele corre para o lado esquerdo da quadra. Towns faz o screen (jogadores do OKC reclamaram de falta no lance). O jogador do Wolves leva a bola pro meio e, apenas alguns passos do meio da quadra, chuta no estouro do relógio e….. BOLA DENTRO! CESTA! Um game winner para entrar para a história o improvável aconteceu. 4 segundos foram o suficiente para calar um ginásio.

Wiggins terminou  a partida com 50% de aproveitamento de quadra, 27 pontos, 7 rebotes e 4 assistências.

Dia 22 de outubro de 2017, Oklahoma, Estados Unidos. Dia em que Andrew Wiggins orquestrou um silêncio absoluto na Chesapeake Energy Arena.

%d blogueiros gostam disto: