O time para ser visto

Ontem assisti a estreia do Philadelphia 76ers na temporrada 2017/18 e com toda certeza vou acompanhar mais partidas dessa jovem equipe. Os fãs dos Sixers que foram para Washington ver o jogo não se decepcionaram, mesmo com a derrota temos muita coisa boa acontecendo nesse elenco e os Playoffs podem ser uma realidade.

Jogando fora de casa contra o Wizards, o elenco do Sixers comandado por Embiid com tempo reduzido de quadra, Markelle Fultz e Ben Simmons venderam cara a derrota. O jogo ficou amarrado até 10 segundos do final quando o Wizards abriu cinco pontos em dois erros de ataque dos Sixers. De qualquer forma, esse jovem elenco provou que vai incomodar esse ano.

Embiid provou que é uma estrela, jogou muito bem com sues minutos limitados e fez Gortat sofrer tentando marcá-lo. O pivô jogou 26 minutos, anotou 18 pontos, pegou 13 rebotes, 46,7% de aproveitamento dos arremessos e 100% de aproveitamento nos lances-livres.  Além disso, tem mostrado ter uma grande gama de habilidades, forçando os pivôs para baixo da cesta e sabendo utilizar sua força e explosão, ou conseguir utilizar seus excelentes arremessos de média distância e arremessos em fadeway.

Ben Simmons teve finalmente a sua estreia, depois de perder toda a temporada passada por conta de uma lesão no pé, ontem entrou em quadra e mostrou que está pronto para jogar contra os grandes nomes da liga. Simmons se mostrou um grande playmaker, sabendo se deslocar e desmarcar, encontrando espaços na quadra, arremessando de média distância, infiltrando com muita explosão e encontrando os colegas livres para os arremessos.  Em 35 minutos de quadra anotou 18 pontos, pegou 10 rebotes, 5 assistências, 2 roubos de bola e 1 toco, lembrando que ele foi marcado por Otto Porter, um bom defensor e um dos únicos atletas da liga com altura e atleticismo suficiente para encarar Simmons.

Fultz estreou em câmera lenta, teve lapsos de um grande jogador, fez boas jogadas e pontuou razoavelmente bem. Foram 10 pontos, 3 rebotes e 1 assistências, com 55,9% de aproveitamento dos arremessos em 18 minutos de jogo, vindo do banco sofre um pouco para encaixar seu jogo, seu arremesso ainda é inconstante, mas conseguiu jogar bem e movimentar a bola fora do garrafão, e mostrou força na infiltração. Lembrando que a primeira escolha do Draft desse ano está jogando com o ombro ainda machucado, com minutos limitados e dificuldade de arremessar, então essa primeira análise pondera esses pontos.

Mas de todos os atletas dos Sixers, quem mais me chamou atenção foi Covington que jogou 29 minutos, anotou 29 pontos, pegou 7 rebotes e acerto 7/11 das bolas de três pontos, apenas o terceiro na NBA a fazer isso em uma abertura de temporada regular. Teve 60% de aproveitamento dos arremessos e 63,6% das bolas de três, contribuindo muito para a equipe o que deve ser fundamental para que possam chegar aos Plyoffs, algo que não vejo mais como distante para esse jovem grupo. Realmente empolguei com esse Sixers, com certeza a equipe a ser vista, jogam um basquete envolvente, empolgante e esse núcleo jovem deve gerar bons frutos em breve.

%d blogueiros gostam disto: