Melo feliz em OKC

   Mudanças muitas vezes fazem bem para a nossa vida, trocar de carro, de casa, celular, cortar o cabelo que seja pode fazer muita diferença. Imagina então trocar de uma equipe fraca para um contender na NBA, é alegria instantânea.

   Mesmo que Melo fosse feliz em New York, sua cidade natal, tenha alcançado grandes marcas na carreira, as últimas três temporadas sem chegar aos Playoffs e as constantes turbulências da franquia estavam afetando o ala. Agora aos 33 anos, membro do Thunder o ala parece muito mais feliz como o próprio jogador disse à Michael Lee do The Vertical.

   “Esse sou apenas eu. Esse é Melo se divertindo novamente. Este é Melo motivado novamente. Esse é Melo tendo peças em volta dele, para quem possa jogar e para que jogar pra ele”.

   O único ponto que Melo tem de ponderar ainda é se conseguirá encaixar seu jogo ofensivo, o OKC conta com dois atletas que demandam da bola para jogar, Paul George e Russell Westbrook. Com o que tem vivenciado nos treinamentos, ele não está preparado em não ter a bola nas mão por tanto tempo.

   “Tudo isso vai se juntar. Nós vemos isso nos treinos quando Russ está conosco. Nós vemos o potencial do que essa equipe será capaz de ser. Ele (Russ) tirou um fardo de mim. E tenho certeza que é o mesmo para Paul e Russ. Nós conversamos sobre essas coisas. Nós não queremos ter de fazer todas as noites, todas as jogadas, mas sabemos que precisamos trazer o nosso jogo todas as noites para sermos bem sucedidos”.

   Juntar-se com o OKC para jogar com outras estrelas foi finalmente a escolha de Melo, já que estava exercendo a clausula de não ser negociado. Sendo a principal arma do Knicks por anos e sem conseguir o sucesso que sempre almejou, certamente poder fazer parte de um elenco mais forte no papel já é motivo de felicidade.

   “Isso é algo que sempre quis. No final do dia, é basquete para mim. Com basquete, você faz ajustes”.

   Nessa temporada OKC é uma das equipes que se têm mais expectativas, esse trio de PG, Russ e Melo vai ser empolgante, se o elenco em torno ajudar podem ir longe. Vale muito a pena acompanhar o Thunder esse ano.

%d blogueiros gostam disto: