Previsão da Temporada 2017-18: Houston Rockets

Uma das franquias que mais chamam a atenção atualmente tanto pelos jogadores que ela tem e teve como pelo seu estilo de jogo é o Houston Rockets.

A franquia foi fundada em 1967 na Califórnia com o nome de San Diego Rockets, quando draftaram Elvin Hayes e indo para os playoffs em 1969. Dois anos depois, a franquia se trasferiu para o Texas, se estabelecendo na cidade de Houston, sendo batizado de Houston Rockets. Com o time na cidade texana, a franquia teve 2 títulos, sendo eles em 1994 e 1995.

Desempenho na temporada 2016-17 (55-27)

A equipe tinha um time com boas chances de ir para os playoffs. James Harden e Cia. tiveram a ajuda de Ryan Anderson e Eric Gordon para ser uma equipe que arremessasse muitas bolas de 3. No decorrer da temporada, teve a saída de Corey Brewer e de Tyler Ennis para vir mais um excelente arremessador de 3, Lou Williams (Lakers).

Durante a temporada, foram 3306 bolas de 3 arremessadas e 1181 convertidas, um aproveitamento de 35,7% no perímetro. Isso mostrava a força de como a equipe queria fazer a diferença valorizando mais as bolas de 3 do que as bolas de 2. Porém, acabou sendo o 15º melhor aproveitamento de arremessos de 3 convertidos durante a temporada. Nos playoffs, a franquia passou pelo Oklahoma City Thunder por 4 a 1 na primeira rodada, mas parou diante o San Antonio Spurs por 4 a 2.

Com as chances de irem para as Finais da NBA acabadas, a esperança era de que James Harden vencesse o prêmio de MVP da temporada 2016-17. Com 11.2 assistências por jogo (melhor marca da temporada) e 22 triple-doubles, o Barba acabou ficando em 2º lugar na votação, perdendo o título de melhor jogador da temporada para Russell Westbrook, que teve 20 triple-doubles a mais do que Harden e uma média de triple-double (31.6 pontos, 10.7 rebotes e 10.4 assistências).

Elenco

– Armadores: Bobby Brown, Georginho, Demetrius Jackson, Chris Paul e Isaiah Taylor;

– Alas-armadores: Eric Gordon, James Harden e Tim Quaterman;

– Alas: Trevor Ariza, Chris Johnson, PJ Tucker e Troy Williams;

– Alas-pivôs: Ryan Anderson, Isaiah Hartenstein, Luc Mbah a Moute, Cameron Oliver e Zhou Qi;

– Pivôs: Tarik Black, Clint Capela e Nenê;

– Técnico: Mike D’Antoni.

Jogador chave

Não será e não é segredo para ninguém que o melhor jogador atualmente no Rockets é James Harden. O ala-armador vem de uma temporada em que ele liderou a liga em assistências (11.2 por jogo), em uma temporada em que teve 22 triple-doubles (2º melhor da temporada) e sua melhor temporada da carreira em questão de pontos (29.1) e em rebotes (8.1). Se manter essas médias novamente na temporada 2017-18, pode vir a ser um grande candidato a ser MVP da temporada.

Análise

Quando você tem uma equipe com James Harden, Eric Gordon, Trevor Ariza e Ryan Anderson, é esperado que você tenha que arremessar muitas bolas de 3 pontos. E quando você tem como técnico Mike D’Antoni, as expectativas são maiores ainda. O Rockets é uma franquia que monta sua equipe em volta de jogadores que consigam arremessar bem e bastante no perímetro com o intuito de conseguir uma vantagem sobre o adversário rapidamente. Mas nem tudo se baseia em ataque. A defesa do time é uma coisa a ser bem valorizada.

Para ajudar na defesa, a equipe draftou os alas-pivôs Zhou Qi e Isaiah Hartenstein. Tudo para suprir as vagas deixadas por Patrick Beverley, Montrezl Harrell e DeAndre Liggins. Mas o ataque teve que se reforçar também. E conseguiram trazendo o armador Chris Paul, um armador que mais organiza jogadas do que pontua. O maior problema será encontrar alguém para fazer passes de ponte aérea com fazia no Clippers com Blake Griffin e DeAndre Jordan, mas terá ao seu lado James Harden e muitos outros arremessadores de 3 pontos.

E já que falamos da defesa, vale lembrar que a equipe renovou com o brasileiro Nenê depois de o pivô ter alguns impasses com seu contrato com o Rockets. Primeiramente, o pivô aceitou um contrato de 15 milhões de dólares por 4 anos, mas devido as regras de idade da liga, ele teria que assinar um contrato de 11 milhões de dólares por 3 anos. E agora, o pivô terá um compatriota no seu elenco: George de Paula, o Georginho. O armador está na equipe da G-League, mas só de estar na maior liga de basquete do mundo e representando o Brasil, já está de bom valor para quem gosta de acompanhar um bom basquete.

Os jornalistas dos Estados Unidos esperam que a franquia tenha pelo menos 55 vitórias durante a temporada, mas nós somos um pouco mais otimistas, podendo ter pelo menos o mesmo número do que temporada passada: 57.

 

Confira abaixo as 25 melhores jogadas do Houston Rockets na temporada 2016-17:

%d blogueiros gostam disto: