Bauru recebe punição por episódio na final do NBB 9

A equipe do Bauru, campeã da última edição do NBB, foi punida pelo STJD da Liga Nacional de Basquete (LNB) nesta quarta-feira (9) em 30 mil reais e com a perda de mandos de quadra por conta da agressão da torcida no árbitro Cristiano Maranho no segundo jogo da final contra o Paulistano (a partida foi disputada no Ginásio Panela de Pressão, em Bauru).

A equipe recebeu o enquadramento no artigo relacionado à questões do jogo, como segurança e organização (artigo 213) no 1º (desordem) e 2º (invasão) inciso da CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), tendo a possibilidade de pagar até 100 mil reais de multa. Como a citação no caso foi dada como grave, o time perdeu os mandos de quadra. O número de jogos da equipe pode chegar a 10 partidas fora do Panela de Pressão.

No mesmo julgamento, o técnico Demétrius Ferraciú foi citado duas vezes no artigo 258 (conduta contrária à disciplina ou ética desportiva) e foi suspenso  por 4 jogos. A mesma situação se repete com Jefferson, que atuará no próximo NBB na equipe do Franca. Além da suspensão, o ala-pivô tem de pagar uma multa de 10 mil reais devido o artigo 243-F (ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto).

Além da punição por conta da agressão do árbitro, a equipe do Bauru foi multada em 5 mil reais por conta da invasão de quadra na segunda partida da semifinal contra o Pinheiros. A equipe da capital, julgada também pela confusão, foi absolvida no caso. A equipe do Bauru e o ala-pivô Jefferson tem até 7 dias para pagar a multa, e a equipe já informou que irá recorrer a decisão.

%d blogueiros gostam disto: