Grizzlies vai oferecer menos para renovar com Tony Allen

A offseason já começou a bater nas portas de todas as franquias da NBA. As diretorias se movimentam para reforçar seus elencos da melhor maneira possível, seja por troca ou negociando um contrato com determinado jogador, sempre pensando no teto salarial.

Uma opção que pode estar surgindo no mercado é o ala-armador Tony Allen. De acordo com a ESPN norte-americana, o Memphis Grizzlies, atual equipe do jogador, está disposto a oferecer apenas o salário mínimo para veteranos para renovar com atleta, que gira em torno de 2,3 milhões de dólares (quase R$ 7,7 milhões) por temporada. O contrato de Allen, que vence no dia 01 de julho, rendeu a ele cerca de cinco milhões de dólares (aproximadamente R$ 18,6 milhões) por temporada, em quatro anos. Com a brusca queda no salário, o jogador de 35 anos pode optar por recusar a oferta dos Grizzlies e buscar uma nova equipe para a temporada 2017/2018.

Allen é um excelente defensor, um dos melhores da liga, mesmo com a idade avançada. Inclusive, Kobe Bryant já afirmou que o jogador foi o marcador mais difícil que enfrentou em sua carreira. Com seu talento na defesa, o desempenho ofensivo de seus companheiros, Mike Conley e Marc Gasol, progrediu nesta temporada. Entretanto, uma lesão na panturrilha direita, sofrida em abril, tirou Allen dos playoffs. Atuando em 71 partidas, o atleta anotou médias de 9.1 pontos, 5.5 rebotes e 1.4 assistência por jogo.

Caso continue em Memphis, o ala-armador disputará sua oitava temporada com a equipe, completando 14 anos na liga. Antes de defender os Grizzlies, Allen atuou pelo Boston Celtics, onde foi campeão na temporada 2007/2008.

%d blogueiros gostam disto: