Cai o último mandante invicto

E ninguém mais está invicto atuando em casa na NBA. Num jogo bastante disputado, o Boston Celtics (7-6) venceu o Detroit Pistons (6-8) por 94 x 92, imputando a primeira derrota no Palace of Auburn Hills para a franquia do Michigan nesta temporada. O duelo teve transmissão ao vivo para o Brasil pela ESPN, com a sempre competente dupla Everaldo Marques e Eduardo Agra.

Ausente após nove jogos respeitando um longo protocolo de concussão, o pivô Al Horford foi o grande destaque dos celtas, conjugando 18 pontos, 11 rebotes e três tocos, sendo o último desses o que impediu que bola de Aron Baynes fosse em direção a tabela no zeramento do cronômetro. Cabe lembrar que na jogada anterior, o dominicano fizera a cesta que deu vantagem aos comandados de Brad Stevens, com menos de dois segundos por jogar. Outra atuação excelente foi de Isaiah Thomas que combinou para 24 pontos e oito assistências, sem cometer um desperdício de bola sequer, enquanto vindo do banco o criticado Jonas Jerebko adicionou nove pontos, seis rebotes e três bloqueios aos números da equipe.

Pelo lado do Pistons, Andre Drummond mais uma vez obteve um duplo-duplo, com 20 pontos e 17 rebotes, sendo bem ancorado por Marcus Morris (24 pts, 5 rbt) e Tobias Harris, que marcou 19 pontos. Fica cada vez mais claro que a franquia tem um quinteto titular extremamente confiável (mesmo com a ausência de Reggie Jackson, titular absoluto quando estiver saudável), mas a rotação deixa muito a desejar, dependendo de Baynes, Reggie Bullock e Jon Leuer. jogadores que em outras franquias mesmo do leste não teriam mais do que dez minutos por noite.

A partida foi bastante equilibrada com algumas alternâncias no placar e um segundo tempo com melhora das defesas, após uma parcial de 50 x 47 para os visitantes na ida para os vestiários. O minuto final foi absolutamente eletrizante, com uma incrível bola de três de Harris empatando o jogo quando faltavam 23 segundos para o final. O lance decisivo  revelou alguma desatenção da retaguarda do Pistons, já que Smart pegou um rebote ofensivo num tiro de fora deficiente de Jae Crowder, errou a bandeja, mas mesmo assim ninguém evitou novo rebote e a cesta decisiva de Horford. No lance final, uma inacreditável opção por Baynes sepultou de vez as chances dos comandados de Stan Van Gundy.

Ambas as franquias voltam a quadra nesta segunda-feira. O Celtics continua na parte do cima do mapa norte-americano, desafiando o jovem e ofensivo time do Minnesota Timberwolves (4-8), enquanto o Pistons joga novamente em casa, recebendo James Harden e o Houston Rockets (8-5).

%d blogueiros gostam disto: