Kentucky e Kansas vencem no Championship Classic

Na noite de ontem (15), tivemos dois jogos eletrizantes no Madison Square Garden, em Nova York. A primeira equipe do ranking, Duke, perdeu para sétima, Kansas, enquanto no outro jogo Kentucky, que está em segundo no ranking, venceu com mais facilidade a décima terceira, Michigan State.

Kentucky atropela Michigan State

Kentucky teve duas vitórias, jogando em casa contra equipes fracas e Michigan State teve um derrota dolorida para a forte equipe de Arizona, jogando no Havai. Este não era exatamente o típico time de Michigan State, com algumas peças faltando por lesões ou impossibilitados pela NCAA, começaram o confronto com uma certa desvantagem enquanto a equipe de Kentucky veio com toda a sua força e talento trazido pelos jovens calouros.

Malik Monk foi o X-Factor para essa vitória do técnico John Calipari, converteu todas as sete bolas de três pontos da equipe. Isaiah Briscoe adicionou mais 21 pontos e liderou a jovem equipe em quadra. Kentucky teve o controle da partida desde o início. Os pivôs da equipe de Lexington pareciam não estar no jogo, novamente Bam Adebayo teve problemas com faltas e teve que sentar no banco de reservas por uma parte do jogo, Derek Willis e Isaac Humphries pareciam perdidos.

A defesa de Kentucky foi fundamental, muitas vezes marcando pressão quadra toda. Conseguiram segurar a equipe de Michigan State com apenas 32% no aproveitamento dos arremessos de quadra e 19% nas bolas de três pontos. O calouro, Miles Bridges, dos Spartans cometeu 10 erros na partida, incluindo passes bizarros. A equipe de John Calipari acabou vencendo pelo placar de 69 a 48.

Destaques:

Kentucky:
Malik Monk – 23 pontos e seis rebotes (7-11 3PT-FG);
Isaiah Briscoe – 21 pontos e quatro rebotes.

Michigan State:
Kenny Goins – nove pontos e oito rebotes;
Time teve 20 turnovers.

Duke começa bem, mas Kansas vence no último segundo

No outro jogo da noite, Kansas venceu Duke com uma reação incrível no segundo tempo. Após perder o primeiro tempo por 34×29, o time treinado por Bill Self voltou com mais ímpeto na parte defensiva, controlando Grayson Allen (12 pontos – 4-15 FG). Josh Jackson, calouro da equipe e um dos jogadores mais badalados do país, conseguiu pontos seguidos junto com Udoka Azubuike, o que forçou Duke a parar o jogo com o placar 63×52. Após isso, Frank Jackson conseguiu dos arremessos fantásticos. Primeiro, uma jogada de quatro pontos e depois um arremesso do perímetro para empatar o jogo em 75 pontos restando 8.2 segundos. Frank Mason, armador de Kansas que passou boa parte do primeiro tempo no banco devido a lesões, acertou o arremesso de média distância e decidiu o confronto. Festa dos Jayhwaks e desilusão do desfalcado time de Duke. 77×75.

Destaques:

Kansas:
Frank Mason III – 21 pontos, cinco assistências e três rebotes;
Josh Jackson – 15 pontos e dois rebotes em 18 minutos (eliminado por faltas).

Duke:
Luke Kennard – 22 pontos, cinco rebotes e cinco assistências;
Amile Jefferson – 12 pontos e quatro rebotes.

%d blogueiros gostam disto: