Guia da Euroleague Women 16/17: Nadezhda Orenburg

Continuando na Rússia vamos analisar agora a equipe vice-campeã do ano passado, Nadezhda Orenburg, que é esperando que elas repitam o incrível desempenho da EuroLeague Women de 2017.

96292Equipe: Nadezhda Orenburg Basketball Team

País de origem: Rússia

GM: Leonid Tsenayed

Técnico: Roberto Iniguez

Site: http://basket.ugmk.com/en/

Na última temporada: Foi uma temporada fabulosa, histórica e memorável para a equipe do Nadezhda quando chegaram ao Final Four da competição pela primeira vez e, em seguida, derrubaram a equipe do Fenerbahce em Istambul conquistando uma vaga na final. Porém o conto de fadas acabou quando formam derrotas pelo UMMC no jogo final pelo título.

20160504_52_20160504_1212018964

Elenco: A equipe do Nadezhda era muito interessante antes de suas principais jogadoras terem saindo durante o verão, incluindo DeWanna Bonner, Kayla McBride, Angelica Robinson, Elena Kirillova e Anna Cruz, o que mostra o quanto trabalho que vão precisar fazer para moldar uma nova equipe vencedora.

Há uma série de jogadoras que estão chegando na equipe e se juntando ao núcleo russo, que irá ajudar a adicionar alguma estabilidade. Natalia Anoikina aparece com a mesma disposição de quando ressurgiu do banco contra o UMMC na temporada passada, enquanto Zhosselina Maiga continua seu desenvolvimento de jovem estrela.

A quadra defensiva vai ter de volta as arremessadoras Natalia Zhedik e Elena Beglova, bem como a ala Anastasiya Shilova. Chegam também dois grandes nomes para chamar a responsabilidade para si com a armadora espanhola Cristina Ouviña, que vai jogar com Tiffany Mitchell em sua primeira temporada fora dos Estados, Elizabeth Williams do Atlanta Dream e Amanda Zahui do New York Liberty.

A equipe também trouxesse a dupla russa Tatiana Petrushina que vem do Chevakata e Liudmila Sapova que estava no Dynamo Kursk.

williams

Jogadora-chave: Elizabeth Williams fornecerá uma força real para a equipe e ainda é o tipo de jogadora que pode marcar double-doubles. Ela também é fundamental na parte defensiva e conhece o cenário europeu, pois jogou pelo Istanbul Universitesi na temporada passada da EuroCup Women.

Fator X: A chegada de Ouviña assumindo o lugar de sua compatriota Anna Cruz para jogar sob o comando de outro espanhol, o treinador Roberto Iniguez, será extremamente importante.

Sua participação e seu brilho terão um grande impacto sobre as esperanças de Nadezhda, mesmo que ela necessariamente não comece em todos os jogos. A tenaz defensora que passou vários anos lutando pela equipe valente do Wisla Can-Pack, será importante especialmente por Mitchell nunca ter jogado anteriormente na Nadezhda Orenburg.

Estatísticas de ataque: A última temporada a melhor do Nadezhda na competição e elas fizeram uma impressionantes corrida para a final com 12 vitórias.

Com Iniguez, um dos grandes treinadores da EuroLeague Women na era moderna, você não pode subestimar essa equipe, pelo contrário, deve ter o maior respeito pelo Nadezhda e levá-los muito a sério.

Talvez elas não pareçam tão fortes no papel como no ano passado. Mas, elas permanecerão como uma das equipes favoritas para estarem entre as quatro primeiras no Grupo e, talvez, até mesmo em um outro Final Four se os ventos forem favoráveis na direção delas e elas conseguirem jogar bem durante a temporada regular. Certamente jogar no Grupo B pode vir a ajudar muito.

A equipe do Nadezhda Orenburg estreia na EuroLeague Women dia 27 de outubro, na próxima quinta-feira, as 13h do horário de Brasilia contra a equipe turca do Hatay BB, na arena de Antakya Kapali Spor Salonu em Antakya. A partida pode ser assistida pelo canal da FIBA no YouTube.

%d blogueiros gostam disto: