Previsão da Temporada: Boston Celtics

Dando sequencia a nossa série de previsões para a temporada de cada uma das franquias da NBA, chegou a vez de falarmos do Boston Celtics, a equipe que no comando de Brad Stevens, parece ter se reconstruído mais rápido que o previsto.

Vamos a previsão

Dados da franquia

Localização: Boston, Massachusetts

Conferência: Leste

Gerente Geral: Danny Ainge

Treinador Principal: Brad Stevens

Arena: TD Garden

Temporada 2015-2016

Record: 48 vitórias e 34 derrotas

Divisão: 2º na divisão do Atlântico

Conferência: 5º na conferência leste

Playoffs: Eliminado na primeira rodada

 

Elenco

Quinteto Inicial: Isaiah Thomas / Avery Bradley / Jae Crowder / Al Horford / Amir Johnson

4 – Isaiah Thomas, armador
36 – Marcus Smart, armador
12 – Terry Rozier, armador
– Demetrius Jackson, armador
0 – Avery Bradley, ala-armador
28 – R. J. Hunter, ala-armador
13 – James Young, ala-armador
99 – Jae Crowder, ala
7 – Jaylen Brown, ala
– Gerald Green, ala
42 – Al Horford, ala-pivô
8 – Jonas Jerebko, ala-pivô
55 – Jordan Mickey, ala-pivô
90 – Amir Johnson, pivô
41 – Kelly Olynyk, pivô
44 – Tyler Zeller, pivô

 

Transferências

Quem reassinou: Tyler Zeller

Quem chegou: Al Horford, Gerald Green, Jaylen Brown, Demetrius Jackson, Ben Bentil

Quem saiu: Evan Turner, Jared Sullinger

Perímetro:

gettyimages-501135242

Destaques da equipe nas últimas temporadas, é possível esperar boas atuações dos jogadores de perímetro, comandado por Isaiah Thomas, exímio pontuador e Avery Bradley, considerado por alguns companheiros da liga como o melhor defensor de perímetro, o futuro parece promissor.

Isaiah Thomas tem sido o destaque da franquia desde que chegou, com médias altas de pontuação, levou a equipe a duas aparições em playoffs consecutivas, apesar das eliminações precoces, pode se dizer que a equipe jovem ganhou muito em experiência. Suas atuações renderam passaporte direto ao All-Star Game na última temporada. Apesar da baixa estatura, Thomas é um jogador agressivo que tem garantido ao Celtics grandes resultados. Eficiente no ataque, peca na defesa, mas para compensá-lo, temos seu companheiro Avery Bradley.

Avery Bradley é talvez, depois de Thomas, o jogador mais importante para a equipe, defensor incansável, torna a vida dos adversários mais difícil, foi considerado por alguns o melhor defensor de perímetro da liga, título justo. Além de sua defesa impecável, é um grande arremessador, é possível contar com seus arremessos de 3 pontos sem hesitação. Mostrou frieza ao anotar um game-winner contra os campeões Cavaliers, na temporada regular, sob os domínios da equipe adversária.

Além da dupla Thomas, Bradley, podemos contar também com Marcus Smart, jogador jovem e agressivo, grande defensor, uma espécie de “carrapato” que não dá sossego aos jogadores adversários. Mostra muita disposição em quadra e é uma das armas que Stevens tem em mãos para a temporada que vem.

Garrafão:

070816- Waltham, MA: : L to R: Celtics co-owner Wyc Grousbeck, Team president Danny Ainge, newly acquired player Al Horford and Coach Brad Stevens meet the Boston media. Staff photo by John Wilcox.

Este setor a tempos tem sido deficiente, e desequilibrava o resto da equipe, Danny Ainge por muitas vezes buscou alternativas para solucionar o problema, porém sem sucesso, trouxe David Lee e Amir Johnson para compor o setor, porém estes não foram suficientes para exterminar o problema.

Em recente negociação, a equipe levou um dos mais importantes nomes da liga para Boston, Al Horford, e essa parece ser a peça que faltava no quebra-cabeça verde e branco. Al Horford é um jogador técnico e experiente que dispensa apresentações.

A franquia deve contar com Al Horford e Amir Johnson no paint, o que deve melhorar significativamente a qualidade do setor, que conta também com Kevin Olynyk, Jonas Jerebko, Tyler Zeller e Jordan Mickey, jogadores jovens que têm muito o que desenvolver com a chegada do experiente jogador dominicano.

Resumo:

A franquia de Boston nunca esteve tão próxima de reviver a gloriosa história como agora, parece preparada, com o comando de Brad Stevens a equipe vem se desenvolvendo e surpreendendo a todos, inclusive até seus torcedores mais otimistas. Com recentes aparições nos playoffs e jogadores jovens, a equipe tem se mostrado muito madura, apesar da baixa idade, inclusive de seu treinador principal. Desde a chegada de Isaiah Thomas, principal jogador, a equipe tem conquistado vitórias importantes, responsável pela quebra de invencibilidade de jogos em casa de uma das mais temidas franquias atualmente, o Golden State Warriors, na última temporada.

Mas vamos ao que nos interessa, o que esperar da equipe nesta temporada? O clima em Boston é o melhor possível, com a recente chegada de Al Horford, jogador experiente, com frequentes aparições em All-Star Games, parece ser a peça de encaixe que faltava no antes modesto garrafão celta. É possível sonhar alto, uma final de conferência não parece impossível para esta equipe que vem crescendo ano a ano, vista por muitos a segunda melhor equipe do Leste, que tem a árdua missão de tentar bater o atual campeão Cleveland Cavaliers.

Quanto ao que o Celtics pode oferecer, podemos ser otimistas, boas atuações não serão tarefa difícil para este novo “Big Three” composto de Isaiah Thomas, Al Horford e porque não, Brad Stevens.

Previsão para a temporada:

2º na conferência leste: 54 vitórias e 28 derrotas

%d blogueiros gostam disto: