Resumo da rodada WNBA (16/09)

sun

Na primeira partida do dia, o Connecticut Sun conseguiu uma ótima vitória sobre o Dallas Wings por 107-74, em Connecticut.

Com um show de Camille Little e Courtney Williams, que marcaram 15 pontos cada, o Sun dominou a partida do começo ao fim e em nenhum momento deu oportunidade para alguma reação dos Wings. A equipe texana até ganhou o primeiro quarto, mas era visível que não iam conseguir manter o ritmo. A partir daí o Sun conseguiu ajeitar a sua defesa e a eficiência no ataque foi demonstrada a cada quarto.

A partida foi tão boa para o Sun, que sete jogadoras conseguiram alcançar o digito duplo.

Com esse placar elástico, os Wings vão terminando a temporada regular de forma decepcionante. Não era esperado que disputassem o título dessa temporada, mas a forma que estão terminando, é no mínimo decepcionante.

lynx

Na segunda partida da noite, o Minnesota Lynx visitou o Indiana Fever e venceu por 82-75.

A partida tinha tudo para ser a mais interessante da noite, pois era um confronto que já foi final da WNBA e era uma das últimas partidas de Tamika Catchings, que encerra sua carreira nesta temporada pelo Fever.

Se esse confronto fosse na temporada passada, teríamos uma disputa muito maior. Mas nessa temporada, o Lynx mostra mais uma vez que é forte concorrente ao título, ao contrário do Fever. A equipe de Indiana não tem mais a mesma força da temporada passada e vem fazendo um campeonato “mediano”.

A partida foi até disputada no geral, mas o Lynx se aproveitou do bom elenco que tem. Nos momentos que o seu time “titular” descansava, a suas jogadoras reservas conseguiam manter o ritmo e isso pesou no fim contra o Fever. Que não tinha armas suficientes para segurar a equipe de Minnesota.

Maya Moore marcou 15 pontos e foi a grande destaque da partida.

sky

Na terceira partida do dia, o Chicago Sky recebeu o New York Liberty e venceu com propriedade por 92-68.

Contando com o belo trabalho de Tamera Young (22 pontos) e Allie Quigley (18 pontos), o Sky não tomou conhecimento da forte equipe nova iorquina e impôs o seu jogo deste o começo.

Vale ressaltar que o Liberty já classificado para os playoffs, descansou várias jogadoras. Mas o Sky não tem nada a ver com isso e Delle Donne aproveitou para aumentar a sua média de pontos no campeonato. A equipe de Illinois, cada vez vem mostrando um crescimento surpreendente nessa reta final e pode ser a “zebra” dos playoffs.

la

Na última partida da noite, o Los Angeles Sparks recebeu o San Antonio Stars e venceu por 71-65.

Esta era uma partida que todos imaginavam que os Sparks chegariam a marca centenária com muita facilidade, já que enfrentavam a fraca equipe dos Stars. Mas não foi bem assim que aconteceu.

O jogo foi ruim de se ver e vimos duas equipes que pareciam não ter vontade de mostrar um bom basquetebol. O primeiro tempo foi vencido com uma certa facilidade pela equipe da casa, mas foi no segundo tempo que o time texano começou a melhorar e tentou encostar no placar. Mas com um time bastante limitado, os Stars ficaram no quase.

A Nneka Ogwumike fez 17 pontos e pegou 10 rebotes para ser a grande destaque da partida.

%d blogueiros gostam disto: