Duas lendas do basquete anunciam suas aposentadorias

 

Duas lendas do basquete decidiram encerrar suas carreiras pelas suas seleções nessas olimpíadas. Tony Parker maior jogador da historia da seleção francesa e Manu Ginobili maior jogador da historia da seleção argentina.

Tony Parker decidiu colocar um ponto final em uma história de 15 anos na seleção francesa após a derrota de sua seleção para Espanha nas olimpíadas. Parker não conseguiu a tão sonhada medalha olímpica pela seleção, mas conseguiu levar a França a quatro pódios em Eurobaskets em oito participações – dois bronzes (2005 e 2015), uma prata (2011) e o inédito ouro em 2013 – e foi um dos grandes responsáveis pela ascensão da seleção francesa nos últimos anos.

A principal conquista do craque pela seleção foi o europeu em 2013, no qual a frança superou a Lituânia na final. Alem disso o armador teve a maior media de pontos da competição, sendo posteriormente eleito o MVP.

Apesar da idade 34 anos, Parker ainda não tinha oficializado que essa era a sua última competição pelos Le Bleus.

Já Manu Ginóbili encerra sua carreira pela seleção argentina aos 39 anos. Manu fez parte da melhor seleção argentina da história. A famosa geração de ouro da Argentina surpreendeu com o segundo lugar no Mundial de 2002 e depois com o ouro nas olimpíadas dois anos depois, ao bater os Estados Unidos na semifinal e posteriormente a Itália, sempre contando com o genial Emanuel Ginobili como principal jogador.

O craque e o maior ídolo da historia do basquete argentino e faz parte da seleção desde 1996, no qual sempre demonstrou um amor admirável por sua pátria, estando presente em quase todas as competições de sua seleção nesse período.

Os dois agora se preparam para mais uma temporada pelo San Antonio Spurs, onde irão em busca do quinto titulo dos dois e o sexta da historia da franquia.

%d blogueiros gostam disto: