A matemática para que o Brasil enfrente os EUA

Com a sofrida e dolorosa derrota para a Argentina após duas prorrogações e o revés “meio” esquisito da Lituânia para a Espanha por inacreditáveis 50 pontos, o que propiciou que a turma de Jonas Valanciunas só possa ficar em primeiro ou terceiro escapando dos EUA antes da final, a situação do Brasil ficou bastante complicada, inclusive com severas chances de se repetir o selecionado feminino e sequer disputar o mata-mata, o que seria um desastre absoluto ainda mais em se tratando de um Olimpíada em casa.

De qualquer sorte e ainda que se classifiquem, os comandados de um irreconhecível Ruben Magnano enfrentarão os norte-americanos já nas quartas-de-final, o que evidentemente indica um adeus apenas menos precoce mas que indubitavelmente soaria bem menos vergonhoso.

Como temos três jogos nesta última rodada são oito as combinações envolvendo os confrontos, mas lembramos que em algumas situações outros critérios de desempate serão evocados. E para ilustrar melhor esses arranjos, seguem todas as possibilidades iniciando exatamente por aquelas favoráveis ao Brasil, considerando os duelos entre Brasil x Nigéria, Espanha x Argentina e Lituânia x Croácia:

a) Vitórias de Brasil, Argentina e Croácia:

  1. Argentina – 4-1
  2. Croácia – 3-2
  3. Lituânia – 3-2 (perde no confronto direto para a Croácia)
  4. Brasil – 2-3
  5. Espanha – 2-3 (perde no confronto direto para o Brasil)
  6. Nigéria – 1-4

b) Vitórias de Brasil, Argentina e Lituânia:

  1. Lituânia – 4-1
  2. Argentina – 4-1 (perde no confronto direto para a Lituânia)
  3. Croácia – 2-3 (ganha no confronto direto contra Brasil e Espanha #2-0)
  4. Brasil – 2-3 (ganha no confronto direto contra a Espanha  #1-0)
  5. Espanha – 2-3
  6. Nigéria – 1-4

c) Vitórias de Brasil, Espanha e Croácia:

  1. Croácia – 3-2 (ganha no confronto direto contra Lituânia, Espanha e Argentina #2-1 empatada com a Espanha e ganha no confronto direto contra a Espanha)
  2. Espanha – 3-2
  3. Lituânia – 3-2 (ganha no confronto direto contra a Argentina)
  4. Argentina – 3-2
  5. Brasil – 2-3
  6. Nigéria – 1-4

d) Vitórias de Brasil, Espanha e Lituânia:

  1. Lituânia – 4-1
  2. Espanha – 3-2 (ganha no confronto direto contra a Argentina)
  3. Argentina – 3-2
  4. Croácia – 2-3 (ganha no confronto direto contra o Brasil)
  5. Brasil 2-3
  6. Nigéria 1-4

e) Vitórias de Nigéria, Argentina e Croácia:

  1. Argentina – 4-1
  2. Croácia – 3-2 (ganha no confronto direto contra a Lituânia)
  3. Lituânia – 3-2
  4. Espanha – 2-3 (ganha no confronto direto contra a Nigéria)
  5. Nigéria – 2-3
  6. Brasil – 1-4

f) Vitórias de Nigéria, Argentina e Lituânia:

  1. Lituânia – 4-1
  2. Argentina – 4-1 (perde no confronto direto para a Lituânia)
  3. Espanha – 2-3 (empata no confronto direto contra Nigéria e Croácia, #1-1 para todos os países, mas teria +7 de saldo nos confrontos, contra +5 dos nigerianos e -12 dos croatas)
  4. Nigéria – 2-3
  5. Croácia – 2-3
  6. Brasil – 1-4

g) Vitórias de Nigéria, Espanha e Croácia:

  1. Croácia – 3-2 (ganha no confronto direto contra Lituânia, Espanha e Argentina #2-1 empatada com a Espanha e ganha no confronto direto contra a Espanha)
  2. Espanha – 3-2
  3. Lituânia – 3-2 (ganha no confronto direto contra a Argentina)
  4. Argentina – 3-2
  5. Nigéria – 2-3
  6. Brasil – 1-4

h) Vitórias de Nigéria, Espanha e Lituânia:

  1. Lituânia – 4-1
  2. Espanha – 3-2 (ganha no confronto direto contra a Argentina)
  3. Argentina – 3-2
  4. Nigéria – 2-3 (ganha no confronto direto contra a Croácia)
  5. Croácia 2-3
  6. Brasil 1-4

     Como se pode atestar, o Brasil depende de vencer seu jogo contra a Nigéria e torcer para nossos hermanos baterem a Espanha. Para efeito de uma classificação tupiniquim, a partida entre Lituânia e Croácia não fará nenhuma diferença, a não ser definirmos se seremos eliminados como quinto ou sexto dependendo do que ocorrer

   Outro ponto importante a ser ressaltado é que Argentina e Lituânia se classificam com quaisquer combinações e como já ressaltado os lituanos sempre em primeiro ou no terceiro posto. Além do Brasil, a Nigéria também obrigatoriamente enfrentará os EUA caso passe de fase.

    Agora é apostar em algum cenário e torcer muito pelo Brasil e depois pela Argentina, ainda que isso doa um pouco no coração. Aproveite e deixe seu palpite!

 

 

%d blogueiros gostam disto: