Olimpíadas TimeOut #18 – Quarta Rodada: Dia 1

O TimeOut Brasil além de fazer uma das maiores coberturas da olimpíada Rio 2016 no que tange o basquete masculino, faz questão de trazer à tona em nosso portal o que de melhor acontece no torneio feminino olímpico.

Agora começaremos mostrando como foi a quarta rodada do grupo A.

GRUPO A
Turquia 74 v 71 Bielorrússia

turquia
A Turquia passou um aperto hoje mas venceu a Bielorrússia na Arena da Juventude.

O jogo foi muito disputado, as duas equipes pareciam tensas deste o começo. Nenhuma equipe conseguiu abrir uma vantagem maior do que 8 pontos no placar. O primeiro tempo terminou com as duas equipes empatando em 33 pontos.

Na volta do intervalo, as bielorrussas voltaram melhor e abriram uma vantagem de 44-37 depois do lay-up da Tatsiana Likhtarovich. Porém a Turquia com a ajuda da Nevriye Yilmaz e da Lara Sanders, voltaram para a partida depois de buscar o empate ainda no terceiro quarto. Entretanto a foi o único momento que a Bielorrússia esteve na frente do placar. O último quarto, a Bielorrússia sempre esteve correndo atrás da Turquia e teve a chance a de ganhar a partida, mas no minuto final perdeu uma boa oportunidade que lhe custou a vitória.

Com isso a Turquia conquista a sua segunda vitória seguida e deixa as bielorrussas em uma situação complicada no grupo.

Destaque da partida: A jogadora de 36 anos de idade, Yilmaz, terminou a partida com 26 pontos.

Visão Geral: É a terceira vez que a Bielorrússia perde por pelo menos 4 pontos neste torneio e o gosto da vitória fica próximo. Agora elas vão ter que enfrentar a líder do grupo no sábado e mesmo que vença, não vai avançar de fase. Já a Turquia busca uma melhor colocação no grupo, para ter uma fase de mata-mata mais “fácil”.

França 74 v 64 Brasil

frança

Os Les Bleues eliminaram o Brasil e garantiram antecipadamente a sua vaga na próxima fase do torneio em jogo disputado na Arena da Juventude.

O Brasil mais uma vez começou bem uma partida neste torneio e chegaram a vencer o primeiro quarto por 19-12. E tudo parecia que ia se encaminhar para a primeira vitória brasileira. Muito por que a eficiência no ataque começava a funcionar e os arremessos das francesas não caiam. Mas sempre tem um, “mas”. O Brasil ainda mostrava uma apatia na sua marcação e isso no fim ia pesar. As francesas a partir do terceiro quarto, começaram a explorar esse defeito na defesa brasileira e logo abriram uma boa vantagem no placar.

A equipe da França chegou a colocar 55-41 no placar e a equipe brasileira ainda tentou diminuir a diferença para 57-50, mas as francesas não saíram mais da liderança.

Destaque da partida: Gruda saiu do banco e teve um duplo-duplo com 17 pontos e 10 rebotes para as francesas.

Visão Geral: O Brasil vai jogar os próximos jogos só para terminar com orgulho e honra esse torneio, pois mais uma vez elas não avançam para a próxima fase em uma olimpíada. Já a França, vai enfrentar o Japão em busca de uma melhor colocação no grupo.

Austrália 92 v 86 Japão

j4oDxqjzKEqtvprIuZ3stA

Liz Cambage brilha e ajuda a Austrália vencer o Japão na Arena da Juventude.

Com a vitória, as Opals seguem invictas no torneio com um recorde de 4-0, enquanto o Japão foi para um recorde de 2-2.

As japonesas nesse jogo mais uma vez mostraram que não vieram a passeio e deram um grande sufoco nas fortes australianas. E venceram o primeiro tempo por 50-48, fazendo sempre que as australianas corressem atrás no placar. No segundo tempo, tudo parecia que o Japão iria tirar essa série invicta das australianas, mas foi quando apareceu a monstruosa Cambage. Ela marcou impressionantes 18 pontos no último quarto e foi essencial para a virada das Opals no placar. As japonesas não sabiam como lidar com ela e viram a vitória escorrer pelas mãos. Foi questão de tempo para a Austrália, abrir uma margem confortável e garantir mais uma boa vitória no torneio.

Destaque da partida: Não podia ser outra pessoa do que a Cambage. Ela terminou com impressionantes 37 pontos e ainda pegou 10 rebotes. Tudo isso em 25 minutos e 22 segundos de tempo em quadra.

Visão Geral: As Opals garantiram a primeira colocação do grupo e agora é só cumprir tabela. As japonesas vão enfrentar as bielorrussas em busca de garantir o segundo lugar e tentar fugir das americanas.

Depois dos jogos dessa rodada, assim ficou a classificação do grupo A.

A

%d blogueiros gostam disto: