Nem triplo-duplo de Rubio consegue parar o Clippers

Chris Paul, Ricky Rubio

Num Target Center com 18.239 torcedores, que presenciaram um jogo repleto de alternativas, o Los Angeles Clippers (40-21) venceu o Minnesota Timberwolves (13-46) por 110 x 105, mantendo-se na briga pelo mando de quadra dos playoffs no lado oeste. A tarefa não é das mais fáceis, já que a franquia ainda tem dois jogos de defasagem para o Houston Rockets, atualmente o terceiro colocado. Cabe salientar que o Portland Trail Blazers está apenas meio jogo a frente dos angelinos, mas lidera com folga a divisão Noroeste, o que lhe garante como mandante na pós-temporada.

Os comandados de Doc Rivers têm conseguido suprir bem a ausência de Blake Griffin, principalmente pela esplendorosa fase do pivô DeAndre Jordan, que tem sido dominante no garrafão, principalmente sob a ótica defensiva. Na partida de ontem, Jordan apanhou 18 rebotes, além de contribuir com 12 pontos. Mas o destaque do Clippers foi o armador Chris Paul, conjugando 26 pontos e 14 assistências num matchup de encher os olhos contra o espanhol Ricky Rubio. O excelente chutador JJ Redick também vive um grande momento e seus 18 pontos na noite de ontem (4-9 nos tiros de três) foram fundamentais para o triunfo da turma de Hollywood.

Já pelos Lobos, ainda desfalcados do segundanista Shabazz Muhammad, o grande destaque foi Rubio. O armador anotou seu quarto triplo-duplo na carreira, combinando 18 pontos, 12 rebotes e 11 assistências. Substituindo Muhammad, o calouro Gary Neal teve sua melhor atuação na curta carreira, com 19 pontos e nove rebotes, enquanto o pick 1 da sua classe, Andrew Wiggins, somou 18 pontos e ainda roubou duas bolas. O elenco do Wolves é inegavelmente promissor e a franquia terá mais uma escolha inicial no próximo recrutamento, o que enche sua torcida de esperanças para um futuro próximo.

A partida foi teve dois quartos iniciais extremamente distintos (36 x 23 para o Clippers e 37 x 22 para o Wolves), o que culminou num intervalo com dois pontos de frente para os mandantes. O terceiro quarto foi muito equilibrado e a parcial final teve leve escapada de Los Angeles, mas os donos da casa reagiram e Wiggins com dois lances-livres, deixou a diferença em apenas 1 ponto, quando restavam 1:43 por jogar. A partir daí, falou mais alto a experiência dos visitantes, ainda Neal tenha tido a chance de empatar no final, errando um chute de três. Na sequência, falta em Dahntay Jones, que converteu os dois lances livres, assinalando seus primeiros pontos na noite e os últimos da partida.

As franquias voltam a quadra nesta quarta-feira, ambas jogando nos seus respectivos domínios. Num confronto que tem tudo para ser eletrizante, CP3 e seus colegas recebem o Portland Trail Blazers, enquanto o Minnesota Timberwolves recebe um bagunçado e desanimado Denver Nuggets.

%d blogueiros gostam disto: