Os velhinhos estão chegando

spurs_jazz

Atuando no AT&T Center, o San Antonio Spurs (26-16) venceu o Utah Jazz (14-27) por 89 x 69, consolidando-se na sétima posição da feroz Conferência Oeste. Com metade da temporada já decorrida, a ida aos playoffs está muito bem encaminhada, já que os atuais campeões têm cinco jogos de vantagem para Pelicans e Thunder, que dividem a nona posição, ambas com 20 vitórias e igual número de derrotas.

Cabe ressaltar que os comandados de Gregg Popovich sofreram bastante com contusões nessa primeira metade de campeonato, com as ausências de Kawhi Leonard, Tony Parker, Thiago Splitter e Patty Mills. Coube a Tim Duncan manter a equipe nos eixos, destacando-se também as ajudas oriundas principalmente de Danny Green e Boris Diaw, até aqui. Com as estrelas de volta e o plantel praticamente todo saudável (apenas Marco Belinelli e o calouro Kyle Anderson continuam de fora), é natural que o Spurs suba na tabela, ainda que obter o mando de quadra na primeira rodada da pós-temporada esteja ainda distante.

No jogo de ontem, com grande distribuição das estatísticas (algo normal no esquema consagrado de Popovich), cumpre mencionar os 12 pontos e nove rebotes de Leonard, bem como os 11 pontos e seis rebotes de Duncan. Splitter também apareceu bem, com 14 pontos e reboteando em quatro ocasiões.

Pelo lado de um decepcionante Utah Jazz, cujo elenco jovem e cheio de alternativas era apontado por muitos como possível surpresa na Liga, o maior pontuador foi o pivô reserva  Rudy Gobert, com 13 pontos, além de expressivos 18 rebotes. O francês que foi muito criticado no seu ano de debute na NBA, adquiriu muita confiança após o excelente Mundial Fiba que fez e surge como potencial candidato a dominar o garrafão nos próximos anos. Falando ainda do paint de Utah, Derrick Favors fez apenas nove pontos, mas apanhou 13 rebotes, enquanto o controverso Trey Burke combinou nove pontos com o mesmo número de assistências.

O jogo basicamente definiu-se no primeiro tempo, com a defesa do Texas limitando o Jazz a míseros 27 pontos nos dois primeiros períodos e o Spurs levando 16 pontos de vantagem para o intervalo (43 x 27). O segundo tempo foi algo apenas a se administrar, com a vitória consolidada por 20 pontos de frente.

O Spurs volta a quadra nesta terça-feira, enfrentando o Nuggets, no Colorado. Já o Jazz tentará a recuperação apenas na próxima quarta-feira, visitando Lebron James e o Cleveland Cavaliers.

%d blogueiros gostam disto: