Three Seconds: Escolhas do Draft 2015 – Conferência Leste

NBA: NBA Draft

Nos últimos dias vários times realizaram trocas envolvendo escolhas de Draft, e somadas com negócios anteriores é difícil saber quais as escolhas que seu time realmente terá, por isso vamos mostrar o que cada equipe da NBA tem hoje para o próximo Draft, que ocorre em junho de 2015.

Mesmo seis meses antes do Draft, é necessário que os torcedores conheçam as escolhas que os seus times possuem, pois assim conseguem analisar possíveis calouros e trocas que as equipes poderão fazer até 19 de fevereiro.

Na primeira parte mostraremos as escolhas que cada equipe da Conferência Leste tem para o Draft de 2015, assim como explicações sobre as picks e como foram adquiridas. Os times que possuem apenas as suas escolhas não serão citados.

Utilizamos as abreviaturas de cada time para dizer de quem eram as escolhas originalmente. Os números após as siglas são as posições fora da proteção, ou seja, as posições necessárias para que o time da seção receba a escolha.

Todas as escolhas para os times da Conferência Leste:

Atlanta Hawks

1ª rodada: ATL ou BKN.

O Hawks tem a sua própria escolha, mas também possui o direito de trocar sua escolha com a do Brooklyn Nets, caso seja pior. Pela campanha das duas equipes na atual temporada, o time de Atlanta deverá ficar com a escolha de Brooklyn, e vice-versa.

O direito de escolher a melhor pick de 2015 faz parte do negócio entre Nets e Hawks em 2012 que mandou Joe Johnson para Brooklyn.

2ª rodada: ATL; TOR.

O Hawks recebeu a escolha de segunda rodada do Toronto Raptors, sem nenhuma proteção, na troca que envolveu o brasileiro Lucas Nogueira em 2014. O Raptors recebeu, Lou Williams e o Atlanta recebeu John Salmons.

Boston Celtics

1ª rodada: BOS; LAC; PHI 15-30; DAL 4-14; MIN 13-30

Claramente acumulando escolhas de Draft, o Boston Celtics teria possivelmente quatro escolhas no Draft de 2015, mas na realidade será apenas uma, além da sua própria.

A escolha do Los Angeles Clippers, desprotegida, foi para Boston no negócio que envolveu a saída do técnico Doc Rivers em 2013.

A escolha do Philadelphia 76ers é protegida para a loteria, e como o time do Sixers não irá alcançar os playoffs, Boston não irá ficar com essa escolha. Com isso, o time do Celtics terá direito às escolhas de segunda rodada de 2015 e 2016. O Celtics adquiriu essa escolha do Miami Heat, na troca em que recebeu o veterano Joel Anthony para liberar salário para o então time de Lebron James.

A escolha do Dallas Mavericks foi adquirida recentemente na troca que mandou Rajon Rondo para o Texas, mas como dificilmente o time verde do Oeste ficará fora dos playoffs essa escolha será postergada para os drafts seguintes com uma proteção menor.

A escolha do Minnesota Timberwolves foi adquirida na troca com o Phoenix Suns que mandou o pivô Brandan Wright para o time do Arizona.

2ª rodada: BOS 31-55; PHI se não pegar a 1ª; WAS 50-60.

Para a segunda rodada, o Boston envolveu sua escolha protegida entre 31-55 na troca com o Brooklyn Nets e o Cleveland Cavaliers quando recebeu Tyller Zeller nesta offseason. Como dificilmente o Celtics ficará entre as cinco melhores campanhas, deve mantê-la consigo.

A segunda escolha a que terá direito é a do 76ers conforme explicado em cima e deve ser essa que será utilizada pelo Celtics .

E existe uma terceira escolha possível que é a do Washington Wizards caso a equipe de John Wall fique entre as 10 melhores campanhas da NBA. O Wizards mandou essa escolha para adquirir o ala-pivô Kris Humphries de Boston na última offseason.

Brooklyn Nets

1ª rodada: BKN ou ATL

Para maiores explicações vide Atlanta Hawks.

2ª rodada: BKN

Charlotte Hornets

1ª rodada: CHA

2ª rodada: CHA

Chicago Bulls

1ª rodada: CHI ou CLE; SAC 11-30

Chicago ganhou o direito de trocar a sua escolha de 1ª rodada com o Cleveland Cavaliers na troca que envolveu Luol Deng e Andrew Bynum no começo de 2014. Como a campanha do Bulls é superior, por enquanto, a do time de Lebron James a possibilidade de troca é grande. Vale ressaltar que caso o Cavaliers fiquem fora dos playoffs e sua escolha, portanto, fique entre 1-14, o Chicago perde o direito de trocar as escolhas.

O Bulls também tem a escolha do Sacramento Kings recebida na mesma troca com o Cleveland acima citada. A escolha é protegida Top-10 e pode ser postergada até 2017 com a mesma proteção. Hoje, o time da Califórnia teria a escolha #11 e portanto seria de Chicago.

2ª rodada:

O Chicago Bulls não tem nenhuma escolha de 2ª rodada para o Draft de 2015.

Cleveland Cavaliers

1ª rodada: CLE ou CHI

Como falado nas escolhas do Chicago Bulls, o Cavaliers tem direito a pior das escolhas entre a sua e a do time de Derrick Rose.

2ª rodada: BOS 56-60; SAC 56-60; PHI 51-55.

No frigir dos ovos, o Cleveland Cavaliers vai precisar de resultados muito improváveis para ter alguma escolha de segunda rodada no Draft de 2015.

Conforme explicado no Boston Celtics, o Cavaliers pode receber a escolha do time verde desde que esse tenha uma das cinco melhores campanhas da NBA, o que não irá acontecer.

Além disso, o Cavaliers recebeu outra escolha vinda de Boston na troca que envolveu Keith Bogans em setembro de 2014, mas assim como a primeira, o Sacramento Kings terá que ficar entre as cinco melhores campanhas da NBA para Cleveland receber alguma coisa.

A terceira possibilidade e também remota é a escolha do Philadelphia 76ers, supracitada na 1ª rodada do Boston Celtics. Se o Sixers for para os playoffs e Boston ficar com a pick, então o Cavaliers recebe a escolha de segunda rodada a que o Celtics teria direito.

Detroit Pistons

1ª rodada: DET

2ª rodada: DET

 

Indiana Pacers

1ª rodada: IND

2ª rodada: IND

Miami Heat

1ª rodada: MIA 1-10

O Miami Heat pode ficar com a sua própria escolha caso ela seja Top-10, mas mesmo com os problemas que a equipe tem enfrentando nesta temporada, acredita-se que o time da Flórida ainda consiga chegar aos playoffs.

Caso, o Heat vá aos playoffs ou não seja sorteado na loteria e fique entre 11-14, o Philadelphia 76ers deverá receber a escolha do time de Miami.

O Heat envolveu essa escolha em 2010 quando recebeu Lebron James em uma sign-and-trade com o Cleveland Cavaliers. E essa escolha foi parar em Philadelphia por conta da troca que levou Kevin Love para Ohio e Thaddeus Young para Minnesota.

2ª rodada: MIA; SAC 50-55

Além de sua própria escolha, o Miami Heat poderia ter a escolha do Sacramento Kings caso ela fique entre 50-55, o que dificilmente acontecerá. Essa pick foi para a Flórida na troca que mandou Roger Mason para a Califórnia na trade deadline de 2014.

 

Milwaukee Bucks

1ª rodada: MIL

2ª rodada: MIL

 

New York Knicks

1ª rodada: NYK

2ª rodada:

O New York Knicks não tem nenhuma escolha de segunda rodada no Draft de 2015.

Orlando Magic

1ª rodada: ORL

2ª rodada: LAL 41-60; CHI ou POR

O Orlando Magic pode ter até duas escolhas de segunda rodada no Draft de 2015, mesmo não possuindo a sua própria. A primeira é a do Los Angeles Lakers, parte da troca que envolveu Dwight Howard. Como o time de Kobe Bryant tem umas das piores campanhas da NBA e provavelmente a pick fique abaixo de 41, o Magic não deverá receber essa escolha.

A outra escolha a que o Magic tem direito veio em uma troca com o Chicago Bulls na offseason envolvendo Anthony Randolph. Como essa escolha já estava envolvida em outras duas trocas que incluem também o Portland Trail Blazers e o Denver Nuggets, existe uma condicional a mais.

O Magic terá direito a melhor escolha entre as de Chicago e Portland, com a pior indo para o Denver Nuggets. Blazers hoje possui a 2ª melhor campanha da NBA enquanto o Bulls tem a 6ª. Se o Draft fosse hoje, o Magic ficaria com a escolha #55 enquanto o Nuggets com a #59.

Philadelphia 76ers

1ª rodada: PHI 1-14; MIA 11-30

Conforme explicado no Boston Celtics, se por algum milagre o Sixers for aos playoffs, o time de Boston fica com essa escolha, mas como milagres estão difíceis, o Philadelphia, Rei do Tank, deve ficar com sua própria escolha.

Outra escolha que pode parar em Philadelphia é a do Miami Heat que recebeu via Cleveland Cavaliers quando da troca de Kevin Love envolvendo também o Minnesota Timberwolves. Conforme explicado na seção do time da Flórida.

2ª rodada: NOP; GSW; HOU; ORL; PHI se não for pra BOS

O Philadelphia 76ers poderá ter cinco escolhas de 2ªrodada no Draft de 2015, mas por incrível que pareça a sua própria escolha não deverá ficar em casa como foi explicado na seção do Boston Celtics.

A segunda é a do New Orleans Pelicans, sem proteção, foi recebida quando o Sixers aceitou fazer parte da troca que enviou Andre Miller do Denver Nuggets para o Wizards. Com isso, Washigton mandou essa escolha para Philadelphia.

A terceira é do Golden State Warriors, sem proteção, recebida na troca com o Indiana Pacers que enviou Evan Turner para o time de Larry Bird e o Sixers recebeu Danny Granger.

A quarta é do Houston Rockets, sem proteção, recebida na troca que mandou Alexey Shved para o Texas.

E a quinta é do Orlando Magic, sem proteção, recebida do time da Flórida na troca pós-Draft que mandou o Elfrid Payton em troca da escolha e de Dario Saric.

Toronto Raptors

1ª rodada: TOR

2ª rodada:

O Toronto Raptors não tem nenhuma escolha de segunda rodada.

Washington Wizards

1ª rodada: WAS

2ª rodada: WAS 31-49

O Washington Wizards mantém a sua escolha de segunda rodada apenas se não tiver uma das 12 melhores campanhas da NBA. Hoje, o time do brasileiro Nenê tem a 8ª melhor campanha, o que faria com que sua escolha fosse para o Boston Celtics.

Conforme explicado na seção do Boston Celtics, essa escolha foi utilizada para adquirir o ala-pivô Kris Humphries.

%d blogueiros gostam disto: