Detroit Pistons mostra força e vence o campeão fora dos seus domínios

Brandon Jennings

E o Detroit Pistons conseguiu a sexta vitória consecutiva na atual temporada ao derrotar o campeão San Antônio Spurs por 105 a 104 com direito a Game Winner nos segundos finais de Brandon Jennings (conseguiu isto pela segunda vez na carreira em 21 tentativas). O Pistons que não vencia no AT&T Center desde 10 de janeiro de 2008 ou 5 partidas.

Apesar das cinco vitórias seguidas, uma delas contra a equipe do Cavaliers em Ohio, faltava aquela vitória que tirasse um pouco da desconfiança dos analistas americanos, veja o que disse o analista da ESPN Marc Stein no dia 05:

“Hate to be so cynical but someone had to note that Pistons’ opponents in this five-game winning streak post-Josh Smith are a combined 64-110”. (Odeio ser do contra mas alguém notou que os adversários que o Pistons venceu nas cinco vitórias após a saída de Josh Smith tinham somadas 64V-110D).

O começo do jogo foi muito difícil para Detroit, pois animados com a volta do armador Tony Parker que havia perdido 13 dos últimos 16 jogos, os jogadores do Spurs não deram moleza e arrasaram o Pistons com um sonoro 37 a 20 no primeiro quarto da partida. No segundo período o ritmo continuou até a franquia do Texas abrir 18 pontos restando 03:55 minutos para o intervalo (54 x 36) quando o Pistons com um run de 11 a 0 e conseguiu diminuir a vantagem para apenas 9 pontos (58 x 49). Os alas-pivôs das equipes Tim Duncan (13 pontos) e Greg Monroe (14 pontos) foram os destaques até então.

Tony Parker havia sentido de novo e não mais voltou para o jogo por ordem do treinador Gregg Popovich: “Ele queria continuar jogando mas quis ser conservador” falou o treinador após o jogo. Com um terceiro quarto muito sólido (33 x 19) o Pistons foi para o quarto decisivo com 5 pontos de vantagem (82 a 77).

No último período o jogo seguiu equilibrado até chegar no minuto final, o resultado era impossível de ser previsto até Patty Mills abrir 104 a 101 a favor do Spurs restando apenas 10,8 segundos de jogo. Por ordem de Poppovich o Spurs não quis arriscar levar uma cesta de três pontos e talvez levar para a Prorrogação e fizeram a falta em Jodie Meeks. O ala=armador do Pistons converteu os dois lances livres e San Antônio pediu tempo faltando 8 segundos. Na volta, Duncan lançou a bola mas Drummond a roubou e passou para Jennings que puxou o contra ataque passou por Boris Diaw e converteu a cesta que deu a vitória ao Pistons.

DESTAQUES DAS EQUIPES NO JOGO:
San Antonio Spurs
Jeff Ayres 16 pontos e 4 rebotes
Tim Duncan 15 pontos e 7 rebotes
Danny Green 13 pontos e 6 rebotes

Detroit Pistons:
Andre Drummond 20 pontos e 17 rebotes
D.J.Augustin 19 pontos e 5 assistências
Greg Monroe 17 pontos e 11 rebotes

Notas:
O Detroit Pistons ainda é o 13º do Leste mas reduz cada vez mais a distância da zona de clasificação dos Playoffs. Já foi de 7 partidas e hoje está a 3,5 partidas atrás do Miami Heat que é o 8º do Leste. Pistons voltam a jogar hoje mais uma partida complicada desta vez contra o Mavericks em Dallas. Mavs que já o venceram em Detroit em dezembro por 117 a 106.

Já o San Antônio Spurs segue em sétimo do Oeste com 21 vitórias e 15 derrotas e volta a jogar na sexta feira quando receberá o Phoenix Suns que é o 8º do Oeste com uma derrota atrás do atual campeão. O Spurs recebeu uma ótima notícia de que seu MVP das finais da temporada passada Kawhi Leonard deverá voltar as quadras em menos de duas semanas.

%d blogueiros gostam disto: