Anthony Davis cala o Thunder

pelicans_thunder

Atuando na Chesapeake Energy Arena, diante de 18.203 torcedores, o New Orleans Pelicans (14-13) surpreendeu o Oklahoma City Thunder (13-15), vencendo por 101×99, num duelo mais do que direto pela oitava e última vaga da Conferência Oeste.

O destaque absoluto foi o ala-pivô Anthony Davis, com incríveis 38 pontos (16-22 nos tiros de quadra), 12 rebotes e três tocos. Davis se mantém como candidato forte ao prêmio de MVP da temporada, ainda que tenha potencial concorrência de James Harden, Stephen Curry e Marc Gasol. Algumas das cestas de Davis foram oriundas de assistências de Jrue Holiday (com 15 passes para cestas no total), sendo que o armador ainda marcou 11 pontos. Voltando ao garrafão da franquia da Louisiana, Omer Asik apanhou os mesmos 12 rebotes de Davis.

Já o Thunder, desfalcado uma vez mais de Kevin Durant, teve Russel Westbrook como principal expoente (29 pts, 8 rbt), enquanto Reggie Jackson emergiu do banco de reservas, com 19 pontos, seis rebotes e cinco assistências. O neo-zelandês Steven Adams obteve um duplo-duplo (12 pts, 10 rbt), mas cometeu quatro desperdícios de bola, número alto para um jogador da posição 5.

O jogo foi bastante equilibrado, com dez trocas de liderança e oito ocasiões em que a partida esteve empatada. O Pelicans foi para o intervalo com cinco pontos de frente (53 x 48), mas viu a vantagem se inverter ao fim do terceiro período (76 x 81). O quarto final foi algo surreal, com a última cesta da partida sendo convertida quando faltavam intermináveis dois minutos e cinquenta e oito segundos para o final. Após isso um festival de erros, parecendo que a circunferência da bola era maior que a dos aros, principalmente para Westbrook, que errou uma bandeja e dois tiros de fora. No zeramento do cronômetro, Serge Ibaka buscou um rebote ofensivo, mas igualmente errou a cesta e desperdiçou a chance de prorrogação.

Ambas as franquias retornam à quadra nesta terça-feira. O Pelicans recebe um explosivo Portland Trail Blazers, enquanto o Thunder tentará se recuperar em Indianapolis, enfrentando Roy Hibbert e o Pacers.

%d blogueiros gostam disto: