Dallas Mavericks sente os efeitos de Deng

heat_mavs

Num domingo com oito jogos pela NBA e apenas duas vitórias de times visitantes, é obrigatório falar do triunfo do Miami Heat (5-2) sobre os Dallas Mavericks (4-3), num American Airlines Center com mais de 20 mil torcedores. O placar de 105 x 96, com vitória parcial  do Heat nos três primeiros quartos, não deixa dúvidas de que Erik Spoelstra e seus comandados seguem firme na caça ao Toronto Raptors, atual líder da Conferência Leste.

Pelo Heat, destaque absoluto para os 30 pontos de Luol Deng, na sua melhor partida até aqui, desde que fez o caminho inverso de Lebron James. O sudanês com cidadania britânica, apanhou ainda cinco rebotes e deu quatro passes para cestas. Escorando Luol, cabe ressaltar o desempenho muito parecido de Chris Bosh e Dwyane Wade, ambos marcando 20 pontos cada. A diferença é que enquanto Bosh recolheu dez rebotes e deu cinco assistências, Wade distribuiu dez passes certeiros e reboteou duas vezes.

Do lado texano, papéis importantes de Monta Ellis (23 pts, 5 ass) e do alemão Dirk Nowitzki, que contribuiu com 17 pontos e buscou seis rebotes. Até aqui, cabe dizer que o Dallas é a franquia cujo adversário tem o melhor aproveitamento chutando entre 15 e 19 pés, com 54,7% de acerto, o que sabidamente é muito para tal distância. O perímetro defensivo do Mavericks tem sido uma grande dor de cabeça, algo previsto pela maioria dos analistas, já que do quinteto titular o único jogador efetivamente de defesa é Tyson Chandler, que atua debaixo da cesta.

O Heat volta a quadra apenas na quarta-feira, num revival do East Finals, recebendo um hospitalar Indiana Pacers. Já o Mavericks, tentará se recuperar do revés de ontem novamente em casa, contra a sensação Sacramento Kings, que poderá vir desfalcado do astro DeMarcus Cousins.

%d blogueiros gostam disto: