Cuban pergunta se não seria melhor o Thunder abandonar a temporada por melhor escolha no Draft

1

Com Kevin Durant, Russell Westbrook e vários outros jogadores machucados, Oklahoma City Thunder se vê em uma posição complicada. A esperança do título ainda existe, mas será muito mais difícil do que o esperado.

Mark Cuban, dono do Dallas Mavericks, necessariamente não quis dizer que o Thunder deveria esquecer a atual temporada e começar os planos para 2014/2015 em virtude dos acontecimentos, mas colocou uma dúvida no ar:

“A questão é: Por que eles não encostam David Robinson e tentam pegar o Tim Duncan?” – disse Cuban, comparando Durant a Robinson e Jahlil Okafor a Duncan. Lembrando do episódio ocorrido onde o Spurs abriu mão da temporada 1996/1997, no qual Robinson se machucou e o time de San Antonio preferiu tankar. “Não estou sugerindo nada. É apenas uma curiosidade sobre uma pergunta que ainda não foi levantada, e ainda mais curioso ainda pela resposta.” – complementou.

Conforme explanado anteriormente, mesmo que Durant e Westbrook voltem a tempo, o OKC ainda enfrentaria uma complexa jornada pela frente. Cuban está indagando se ao aceitarem tal fato e colocarem as vitórias de lado, o time conseguiria um pick top e solidificariam seu elenco para a próxima temporada.

Claro que não há apenas amores nas palavras do dono do Mavs. Seria muito melhor pra ele com menos um concorrente ao título da Conferência Oeste. O ponto é: com interesse de Cuban ou não, o Thunder não comprará a ideia de abandonar o barco.

“Eu não vi esse comentário, mas a resposta é não! Contudo, é engraçado esse tipo de ponderação. Nós temos um ótimo grupo. É gratificante irmos aos jogos sabendo que teremos o máximo de esforço aplicado pela equipe, que suarão sangue pelo time, que eles farão qualquer coisa pela vitória. É isso que nossos torcedores querem ver.” – disse Scott Brooks.

O Thunder poderá ganhar reforços ao longo da semana, porque alguns jogadores estão em fase final de recuperação. Porém a data da volta de Durant e Westbrook ainda é a mesma, sob a possibilidade da dupla desfalcar 12 ou mais jogos.

%d blogueiros gostam disto: