A primeira vez sem amor

wolves_pistons

O Minnesota Timberwolves inaugurou oficialmente a “Era sem Love” da franquia, na noite de ontem. Jogando num Target Center com excelente público, os Lobos venceram um errático Detroit Pistons por 97 x 91, com grande destaque para Thaddeus Young, na sua primeira partida oficial na nova casa. O Ala-pivô anotou 19 pontos e pegou cinco rebotes, tendo atuação de destaque frente ao garrafão dos Pistons, ainda que desfalcado de Greg Monroe. Ao lado do ex-jogador dos Sixers, há de se referendar a boa atuação do montenegrino Nikola Pekovic, que cravou um double-double, com 17 pontos e dez rebotes.

Outro debute bastante aguardado era o de Andrew Wiggins, primeira escolha no último recrutamento e moeda fundamental na trade que levou Kevin Love aos Cavaliers. O ala teve razoável atuação, marcando oito pontos e reboteando em quatro oportunidades, durante os 24 minutos que esteve em quadra.

Pelo lado dos Pistons, há de se ressaltar a fraca atuação de Brandon Jennings, seguida de uma controversa entrevista pós-jogo em que afirmou “não entender sua não-utlização” no quarto final, ainda que tenha contemporizado ,relatando “que não se sentia frustrado”.

É bom o armador abrir o olho, já que sabidamente Van Gundy não escala por passado ou história e o time melhorou com a entrada de D.J. Augustin, conversor de 20 pontos. Aliás, o banco de Detroit contribuiu também com o cestinha da partida, Caron Butler, autor de surpreendentes 24 pontos.

Para a torcida dos Wolves, fica a sensação que a reconstrução pode não ser tão penosa assim. E se com amor, jamais chegou-se à pós-temporada, era realmente hora de apimentar a franquia.

%d blogueiros gostam disto: