Previsão da Temporada: Denver Nuggets

nuggets

Equipe: Denver Nuggets

Conferência: Oeste

Divisão: Noroeste

Temporada 2013-14: 36V-46D, 11º na conferência Oeste

Playoffs: Não disputou

Elenco (Até o momento)

Armadores: #3 Ty Lawson / #5 Nate Robinson / #11 Eric Green

Ala-armadores: #10 Aaron Affalo / #4 Randy Foye / #14 Gary Harris

Alas: #21 Wilson Chandler / #8 Danilo Galinari / #30 Quincy Miller / #1 Alonzo Gee

Ala-pivôs: #35 Kenneth Faried / #0 Darrel Arthur / #42 Popps Mensah-Bonsuh

Pivôs: #7 J.J. Hickson / #25 Timofey Mozgov / #23 Jusuf Nurkic / #34 JaVale Mcgee

Treinador: Brian Shaw

GM: Tim Connely

Principal jogador: Kenneth Faried

Quem pode surpreender: Timofey Mozgov. O pivô russo, envolvido na mega trade que levou Carmelo Anthony para Nova Iorque, tem evoluído ano após ano e deve constituir uma dupla de muito respeito com Kenneth Faried. Sabidamente precisa melhorar defensivamente e vem sendo bastante cobrado por Shaw.

Calouros: Jusuf Nurkic, Gary Harris

Quem chegou: Além dos calouros citados, chegaram Arron Affalo, Marcus Williams e Alonzo Gee.

Quem saiu: Aaron Brooks, Jan Vesely e Evan Fournier

Principal Contratação: Arron Affalo

Destaques positivos: Indiscutivelmente, o destaque da franquia do Colorado é o garrafão, inclusive nos aspectos de rotação. Ainda que defensivamente o grupamento que atua debaixo da cesta ainda tenha a evoluir, o aspecto ofensivo pode fazer a diferença, mesmo nas incessantes disputas do Oeste. Kenneth Faried inicia a temporada credenciado pelo excelente Mundial Fiba que fez e além de Mozgov, cumpre salientar a prospecção do intrigante bósnio Jusuf Nurkic, que ascendeu bastante nas semanas anteriores ao Draft.

Um outro ponto favorável, ainda que carregado com um ponto de interrogação, é o retorno do consistente arremessador italiano Danilo Galinari, que passou a temporada passada inteira no estaleiro e se adapta bem ao jogo rápido de Ty Lawson, que atua agora rodeado pelo ágil Arron Affalo.

Destaques negativos: A defesa precisa melhorar bastante. O elogio de Bernard Shaw ao novato Gary Harris, o classificando como o “melhor defensor de perímetro” do elenco traz mais apreensão do que alegria. Sem um jogo de marcação mais agressivo, os playoffs ficarão bem longe. Além disso, a franquia sofreu bastante com contusões. Além da total ausência de Galinari, JaVale Mcgee quase não jogou na última temporada e Ty Lawson passou considerável período se recuperando.

Resumo: A franquia do estado do Sol tem chances de beliscar uma das derradeiras vagas de playoffs, apesar de depender muito da razoavelmente frágil saúde dos seus jogadores (notadamente Galinari) e da adequação de Arron Affalo a um esquema bem distinto do que atuava em Orlando. Se estivesse do lado direito dos EUA, a ida à pós-temporada era certa. O elenco tem bastante a evoluir e as projeções salariais permitem angariar bons jogadores num futuro próximo. O Denver Nuggets é sabidamente um potencial contender num horizonte curto, principalmente se conseguir manter Faried.

Previsão da temporada: 10º do Oeste com 43V e 39D

%d blogueiros gostam disto: