Chris Bosh admite que dinheiro foi um fator essencial na escolha entre Heat e Rockets

092614-spt-heat-media-day33

Chris Bosh ficou perto de assinar um contrato de 4 anos no valor de 88 milhões de dólares com o Houston Rockets, mas decidiu permanecer com o Miami Heat por um período de cinco anos e 118 milhões a receber.

Bosh teria retornado ao seu estado natal, o Texas, para formar um Big 3 com Dwight Howard e James Harden, mas o dinheiro falou um pouco mais alto.

“Eu ainda tinha que terminar conversar com o Heat,” disse Bosh naquelas horas agitadas em 11 de julho, quando ele lidou com suas negociações por telefone e a partir da África, onde ele estava em férias e turnê promocional. “Todo mundo sabia, todas as partes estavam cientes. Eu sempre continuei as conversas, mas nunca tive compromisso com ninguém. Nunca quis colocar ninguém em posição de fazê-los sentir como seu eu dissesse alguma coisa e logo em seguida renegado a coisa toda. Então, eu só me mantive em aberto.”

“LeBron fez a sua escolha, em seguida, as coisas iam se esclarecendo na medida em que as negociações aconteciam.”

Bosh tinha falado com a gestão e os jogadores sobre os Rockets.

“Eu conversei com todo mundo”, disse ele. “Eu gosto de observar a sensação de todos, senti-los, ver o que eles estão pensando e querendo.”

Bosh admite de que dinheiro era um fator em sua decisão de ficar em Miami.

“E sempre negócio”, disse ele. “Nada é sempre pessoal. Acho que 100% dos caras teriam aceitado esse negócio.”

“Nem sempre é sobre o dinheiro, mas você quer seu valor total de mercado. Se você trabalhar duro até chegar a esse nível, você que ser recompensado por isso.”

%d blogueiros gostam disto: