Análise dos grupos da Euroleague 2014/2015

Euroleague 2014

E está começando a Euroleague 2014/2015! A competição mais importante do continente europeu vem para agitar o ânimo dos fãs de basquete, trazendo equipes tradicionais como o Barcelona, Real Madrid, Olympiakos, CSKA Moscow e claro, o atual campeão Maccabi Tel Aviv. Além disso conta com jogadores do calibre de Ante Tomic, Rudy Fernandez, Sergio Rodriguez, Vassilis Spanoulis, Milos Teodosic e outros craques da bola laranja.

Com o objetivo de deixar o leitor do TimeOut Brasil mais por dentro do que está acontecendo, será feita uma interessante cobertura da Euroleague, que começará agora, com uma análise de cada grupo, comentando os principais times de cada grupo e o que eles podem oferecer.

GRUPO A

Equipes: Real Madrid, UNICS Kazan, Anadolu Efes, Zalgiris Kaunas, Dinamo Massari, Nizhny Novgorod.

Favoritos para a classificação: Real Madrid, Anadolu Efes, UNICS Kazan e Zalgiris Kaunas.

Resumo: Neste grupo temos o Real Madrid como franco favorito. Com um elenco muito forte e cheio de opções, o mais provável é que passe desta fase sem muitas dificuldades, talvez até invicto. O Anadolu Efes montou um time interessante para essa temporada e vem como segundo força, lembrando que ele trouxe jogadores como Dario Saric, Nenad Krstic e Stephane Lasme para tornar a rotação ainda mais forte. Já o UNICS Kazan traz o dinheiro russo a seu favor, vindo com uma equipe entrosada e reforçada pelo cestinha americano Keith Langford. O Zalgiris Kaunas está com uma equipe bastante mesclada entre jovens e veteranos, já que o time não conta com muito investimento, não consegue manter um elenco constante na equipe. Porém se reforçou com o ex-Philadelphia 76ers James Anderson, que poderá ajudar muito esta equipe. O grupo ainda conta com o Nizhny Novgorod da Rússia, que mesmo com um bom time, que conta com o ex-NBA Trey Thompkins, deve ficar de fora da próxima fase, mas não estranhe se esse clube se classificar, pois o grupo está bem equilibrado entre suas forças medianas. O Dinamo Massari vem para surpreender, no entanto não conta com uma equipe tão competitiva como as outras.

GRUPO B

Equipes: ALBA Berlin, Unicaja Málaga, Maccabi Tel Aviv, CSKA Moscow, Cedevita, CSP Limonges.

Favoritos para a classificação: CSKA Moscow, Unicaja Málaga, Maccabi Tel Aviv e ALBA Berlin.

Resumo: O CSKA é de longe a melhor equipe do grupo. O time conta com Milos Teodosic, Nando de Colo, Sonny Weems, Viktor Khryapa e Sasha Kaun como principais jogadores, mostrando um elenco homogêneo e muito forte, que não deve sentir a perda de Nenad Krstic. O Unicaja vem como segundo força, já que veio de uma excelente temporada e mesmo com a perda de Zoran Dragic deve manter uma boa rotação, tendo totais condições de se classificar para a próxima fase, contando com o excelente início de temporada de Fran Vázquez. O Maccabi Tel Aviv é o atual campeão, entretanto é uma equipe completamente desentrosada e que vem dependendo muito das peripécias de Jeremy Pargo. Deve se classificar porque o grupo não é muito forte. O ALBA Berlin promete, pois vem fazendo jogos na pré-temporada da NBA, inclusive ganhando do San Antonio Spurs no estouro do cronômetro. A equipe alemã tentará usar seu entrosamento para avançar de fase. O grupo ainda tem o Limonges do brasileiro JP Bastista, que tentará brigar com o ALBA Berlin pela última vaga, e com o Cedevita, clube da Croácia que se reforçou com Roko Ukic, mas deve ser o saco de pancadas do grupo.

GRUPO C

Equipes: Milano, Barcelona, Panathinaikos, Fenerbahçe, PGE Turow Zgorzelec e Bayern München.

Favoritos para a classificação: Barcelona, Fenerbahçe, Milano e Panathinaikos.

Resumo: É sem sombra de dúvidas o grupo mais forte. Barcelona é um timaço cheio de opções em todas as posições. O mais provável é que se classifique em primeiro, mas não terá vida fácil. O Fenerbahçe tem um time tão forte quanto o Barcelona, contando com jogadores do nível de Ricky Hickman, Bogdan Bogdanovic, Jan Vesely, Nemanja Bjelica e o point forward Emir Preldzic. São muitas opções, logo não será surpresa o clube turco classificar-se em primeiro. O grupo ainda vem com um reforçado Milano, que resolveu abrir o bolso e trazer jogadores de calibre, contratando os ex-NBA Marshon Brooks e Linas Kleiza, além de já contar com o atlético Samardo Samuels e o prospecto Alessandro Gentili. Já o Panathinaikos vem com um time mais fraco em relação as temporadas anteriores. Mesmo se reforçando com o uruguaio Esteban Bastista, a equipe dependerá muito dos momentos finais da carreira de Dimitris Diamantidis, correndo o risco de ficar de fora da próxima fase. O Bayern München vem a cada temporada mais forte. Os investimentos para tornar o clube competitivo estão aumentando, com a equipe abrindo o cofre para trazer o consolidado Dusko Savanovic, o talentoso Vasiljie Micic e o pivozão Vladimir Stimac. O PGE Turow Zgorzelec tentará dar trabalho, mas tem um time muito inferior aos outros, tendo sorte se não perder todos os jogos.

GRUPO D

Equipes: Saski Baskonia, Neptunas, Valencia, Olympiakos, Galatasaray, Crvena Zvezda.

Favoritos para a classificação: Olympiakos, Galatasaray, Valencia e Saski Baskonia.

Resumo: O Olympiakos foi bicampeão na temporada retrasada da Euroleague e desde lá vem mantendo quase a mesma base, com seus principais jogadores ainda sendo Vassilis Spanoulis e Giorgos Printezis. A equipe grega ainda trouxe o arremessador Tremell Darden e o armador americano naturalizado croata Oliver Lafayette. Deve se classificar com tranquilidade, mesmo perdendo o vitorioso técnico Georgios Bartzokas. O Galatasaray vem como segunda força, contando com o porto-riquenho Carlos Arroyo, além dos reforços de Vladimir Micov e Martynas Pocius, que são excelentes arremessadores, além do armador italiano Pietro Aradori e do ex-NBA Nolan Smith. Se a equipe surpreender pode ser até líder do grupo. O Valencia vem praticamente a mesma equipe que foi campeã da Eurocup, reforçada por Luke Harangody e Kresimir Loncar, mesmo perdendo seu craque Justin Doellman para o Barcelona. Caso não aconteça nenhum desastre, se classificará sem maiores dificuldades. O Saski Baskonia vem com uma equipe totalmente reformulada, mas mesmo perdendo seus principais jogadores em Tibor Pleiss e Andres Nocioni, tem tudo para conseguir avançar de fase, contando com o ótimo Thomas Heurtel e o jovem e talentoso Davis Bertans. Crvena Zvezda tem uma equipe bastante jovem e não deve dar trabalho aos outros times. O caso do Neptunas é ainda mais excepcional, que com uma equipe bem fraca, não deverá dar muitas dificuldades para seus adversários.

 

%d blogueiros gostam disto: