Previsão da Temporada: Cleveland Cavaliers

Novo trio de Cleveland

Novo trio de Cleveland

Equipe: Cleveland Cavaliers

Conferência: Leste

Divisão: Central

Temporada 2013-14: 33V-49D, 10º na conferência Leste

Elenco (Até o momento)

Armadores: #2 Kyrie Irving / #12 Joe Harris / #8 Matthew Dellavedova

Ala-armadores: #3 Dion Waiters/ #18 Mike Miller

Alas: #23 Lebron James / #31 Shawn Marion / #1 James Jones

Ala-pivôs: #0 Kevin Love / #13 Tristan Thompson

Pivôs: #17 Anderson Varejão / #53 Alex Kirk / #33 Brendan Haywood

Treinador: David Blatt

GM: David Griffin

Principal jogador: Lebron James

Quem pode surpreender: Kyrie Irving, que terá mais liberdade, já que deverá dividir a criação de jogadas com Lebron James.

Calouros: Joe Harris e Alex Kirk.

Quem chegou: Mike Miller, Lebron James, Shawn Marion, James Jones, Kevin Love e Brendan Haywood.

Quem saiu: CJ Miles, Anthony Bennett, Scotty Hopson, Carrick Felix, Spencer Hawes, Alonzo Gee, Tyler Zeller, Luol Deng, Sergey Karasev e Jarrett Jack.

Principal Contratação: Lebron James

Destaques positivos: O Cleveland Cavaliers está muito reforçado ,trazendo inclusive dois Franchises Players do nível de Kevin Love e Lebron James, jogadores versáteis, que passam bem a bola e são decisivos. Além disso a equipe se reforçou com excelentes nomes no mercado, impulsionado pelo ímã de bons coadjuvantes chamado Lebron James, trazendo Shawn Marion e Mike Miller. A equipe está muito diferente e muito mais competitiva que no ano passado e caso não aconteça nenhum desastre é favorito a ganhar a conferência leste. Um quinteto com Kyrie Irving, Dion Waiters, Lebron James, Kevin Love e Anderson Varejão é um dos melhores da liga, senão o melhor. A equipe ainda trouxe um técnico de sucesso em nível europeu (David Blatt) e se livrou de Mike Brown, ganhando muito taticamente.

Destaques negativos: A equipe ganhou a primeira escolha do Draft em um dos recrutamentos mais promissores de todos os tempos e, de repente, se livra de um dos prospectos mais intrigantes dos últimos tempos em um negócio de risco para trazer Kevin Love. Foi sem dúvida a negociação mais comentada e arrastada da offseason. A equipe possui muitos jogadores que gostam de ter a bola nas mãos, em Lebron James, Dion Waiters, Kyrie Irving e, às vezes, Kevin Love. Para que não caiam em atrito, Dion Waiters e, principalmente, Kyrie Irving terão que jogar mais e melhor sem a bola nas mãos para serem mais eficientes. Kevin Love terá que perder a fama de caça stats para assumir um papel de menos protagonismo em Ohio. A equipe não tem muitos pivôs, ficando dependente da abalada saúde de Anderson Varejão. Muita dor de cabeça para David Blatt.

Resumo: A franquia de Ohio deverá ir aos playoffs e ir longe na conferência leste, mas antes será preciso entrosar e controlar egos para a equipe se acertar e não se tornar uma equipe de “fominhas”. A franquia abriu mão de jovens promissores para tentar ser campeão agora, uma jogada de extremo risco que pode dar certo, mas este tipo tentativa, embora de maneira diferente, não deu muito certo nos Los Angeles Lakers de Steve Nash, Kobe Bryant e Dwight Howard. Será preciso muito foco e cuidado para que a equipe se torne competitiva e não individualista.

Previsão para a Temporada: 1º do Leste com 59 V e 23 D.

%d blogueiros gostam disto: