Mesmo aos 36 anos, Dirk Nowitzki trabalha para aprimorar seu chute

Dirk Nowitzki Fade Away

Neste momento, com 36 anos de idade, dezesseis temporadas disputadas e um titulo conquistado como  MVP,  o que poderia fazer Dirk Nowitzki se manter focado em buscar evoluir ainda mais seu jogo?

O “Canhão Alemão” surpreendeu a todos, ao garantir que trabalha incessantemente para melhorar o seu já preciso arremesso. Durante suas férias, o germânico abriu mão do repouso completo para seguir um cronograma de treinamentos visando ter um gatilho ainda mais apurado. O objetivo de Dirk é diminuir o tempo que ele leva para arremessar a bola, dificultando assim ainda mais para a defesa adversária.

“Eu não acho que, a olho nu, você  vai notar a diferença”, disse Nowitzki ao  conceituado Marc Stein da ESPN. “Eu não sei se o  fã vai notar a diferença. Mas eu estou sempre tentando melhorar e esta é apenas uma pequena ferramenta para eu chutar um pouco mais rápido. Vamos ver como ele funciona durante a temporada. ”

Cabe salientar que o maior jogador da história dos Mavericks teve percentuais de acerto próximos de 50% nos tiros de 2, 40% nos de 3 e acertou 9 lances livres em cada dez tentativas. Na verdade, essa distribuição “50-40-90” é marca registrada do atleta e ajuda bastante a explicar o fanatismo e idolatria que desperta em Dallas.

Ainda assim, Nowitzki vê espaço para melhorias.

Mesmo agora, aos 36 anos, eu não me vejo como um jogador de basquete completo. Quero sempre obter o melhor e aproveito o verão para isso. E jamais deixarei de tentar progredir.”

O ala-pivô salientou ainda que quanto mais velho, mais o “salto diminui”. Logo, objetiva ser mais rápido para levar vantagem principalmente contra marcadores extremamente atléticos, marca indelével do Oeste.

Nowitzki trabalhou sua mecânica de arremesso com o lendário Holger Geschwindner, também conhecido como “Doutor Tiro”. Geschwindner, inclusive, citou Stephen Curry como exemplo a ser seguido na questão da velocidade na execução dos chutes de fora.

%d blogueiros gostam disto: