Comentários racistas do dono do Atlanta Hawks levarão à venda da franquia

Bruce Levenson

Em julho deste ano, o dono da franquia Atlanta Haws, Bruce Levenson, notificou à NBA que enviou um email em Agosto de 2012 contendo comentários racistas. Ele falou que passou muito tempo pensando em como aumentar o público nos jogos e ao tentar abordar esse assunto, escreveu um email ofensivo.

“Eu trivializei nossos fãs supor que seus interesses seriam clichês (hip hop x country; torcedores negros e brancos) e ao estereotipar suas percepções entre si (que os fãs caucasianos poderiam ter medos dos negros). Ao focar na raça, eu também enviei uma mensagem dolorosa e não intencional de que nossos fãs brancos são mais importantes que nossos fãs negros. […] Eu falei repetidamente que a NBA deveria ter tolerância zero para o racismo e eu acredito fortemente nisso. Por essa razão, eu reportei voluntariamente meu email não apropriado à NBA”, declarou Levenson.

Isso levou à uma investigação oficial da liga, mas antes de chegarem em qualquer conclusão, Levenson os informou sua intenção de vender o time, ontem (06) à noite. Clique aqui para acessar o boletim oficial do Comissionário da NBA, Adam Silver (em inglês).

Esse é o segundo caso de venda de franquia neste ano. Muitos devem ser recordar do escândalo envolvendo o dono dos Los Angeles Clippers, Donald Sterling, que foi multado em US$2,5 milhões, banido para sempre da liga e obrigado à vender o time após a revelação de seus comentários racistas.

%d blogueiros gostam disto: