Pela nossa Independência!!

 

Amigos,

Quatro anos depois e novamente num dia 7 de setembro, Brasil e Argentina voltam a se enfrentar pelas oitavas-de-final de um Mundial. Desnecessário dizer da rivalidade histórica, seja no basquete, futebol, quadribol ou pique-esconde. O jogo de amanhã é totalmente impevisível e fatalmente o  mais equilibrado dentre os oito duelos, ainda que muitos especialistas qualifiquem também França x Croácia (encerrado há pouco com triunfo de Diaw e equipe) e Turquia x Austrália como confrontos bem equilibrados.

A seleção argentina sabidamente não é mais a mesma esquadra heróica de Atenas/2004, até por já terem se passado longos dez anos. Manu Ginóbili e Carlos Delfino nem foram para a Espanha, enquanto os remanescentes Luis Scola e Andrea Nocioni estão na metade entre a terceira e quarta décadas completas de vida. Mas mesmo assim, não se dá para respirar ares de favoritismo para a seleção brasileira, mesmo com toda a clara evolução e o garrafão que nos proporciona prodigiosa rotação.

Falando dos pontos fracos, o quinteto argentino peca bastante nos rebotes, o que pode nos dar a vitória. Por outro lado, é mais do que fundamental que o Brasil melhore nos lances livres, algo crucial numa “série de jogo único”. No número de pontos convertidas, Brasil e Argentina estão em empate técnico (416 x 420), mas a defesa brasileira mostra força quando analisamos as cestas sofridas (333 pontos contra, 38 a menos que os hermanos).

Por fim, é bom lembrar que temos um “rival” a nosso favor. Mesmo com alguns percalços, Rubén Magnano executa um bom trabalho, mas precisa solidificar com resultados. Amanhã, é o dia da nossa Independência, literalmente e “basquetemente” falando.

Aliás, sendo bastante independente, nossa última vitória oficial sobre eles ocorreu na Copa América de 2011, partida fundamental para o emparceiramento que nos propiciou a classificação para Londres/2012, quebrando um jejum olímpico que vinha desde a Era Oscar. Pesquisem sobre o jogo e vejam que dia foi…

Fraterno Abraço a todos! Domingo não é  e nunca foi  um dia de Scola.

 

%d blogueiros gostam disto: